icon Terça-feira, 28 de Janeiro de 2020

POLÍTICA - A | + A

EM VISITA A BORGES 30.07.2019 | 12h:07

Botelho recebe promessa sobre investigação no MP na ligação de promotores com grampos

Por: O Bom da Notícia

Assessoria

BOTELHO

 

Após atender no início da semana passada, a uma convocação do presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), e se reunir no Parlamento, no Colégio dos Líderes, para esclarecer suposto envolvimento de membros do Ministério Público do Estado, no esquema de grampos telefônicos ilegais, o procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges, recebeu - agora no MPE -, nesta segunda-feira (29), o presidente do Legislativo.

 

Botelho foi muito possivelmente devolver a visita de Borges à Casa de Leis e, claro, colocar 'panos quentes' em uma discussão que vem se acirrando quanto a ligação de membros do órgão de controle nas interceptações ilegais, ocorridas no governo de Pedro Taques (PSDB).

 

Acompanhado do primeiro-secretário, deputado Max Russi (PSB) e do procurador-geral da Assembleia Legislativa, Grhegory Maia, Botelho frisou a importância do encontro institucional.

 

Botelho foi muito possivelmente devolver a visita de Borges à Casa de Leis e, claro, colocar 'panos quentes' em uma discussão que vem se acirrando quanto a ligação de membros do órgão de controle nas interceptações ilegais, ocorridas no governo de Pedro Taques

Sob a alegação de estreitar os laços entre o Legislativo com o MP, o parlamentar democrata afirmou que sua visita mirou, em um primeiro momento, discutir "as necessidades de novos promotores, na criação de novas comarcas" e, claro, sobre o que está sendo feito, em nível de investigação interna, na questão dos grampos ilegais.

 

Prova disto, que o procurador-geral mostrou - de acordo com Botelho -, todos os procedimentos que estão sendo adotados. "Estamos acreditando plenamente no trabalho do procurador e do coordenador do Naco e que tenham isenção para fazer o trabalho que dê melhor resultado à toda sociedade”.

 

Da mesma forma, Borges Pereira, buscando dar um tom mais ameno ao encontro, apontou a visita como 'uma dívida de cortesia' do presidente do Parlamento ao MPE, já que desde que assumiu o órgão, ele[Botelho] não teria realizado a visita institucional.

 

Para Borges, é importante essa aproximação entre os poderes. Voltando a garantir sobre a questão da ‘grampolândia’, a realização de uma auditoria para investigar os fatos. Lembrando que esta a autoria, no entanto, depende da contratação de empresa especializada, que deverá demorar de 20 a 30 dias para começar o serviço.

 

“De qualquer forma, o Ministério Público passa pela transparência de suas medidas, e isso será devidamente esclarecido. As medidas estão sendo tomadas, seja através do doutor Domingos Sávio, do Naco, seja através da nossa Corregedoria e eu na qualidade de procurador-geral. Vamos fazer aqui uma auditoria externa no nosso guardião, que é o sistema de interceptação telefônica com ordem judicial. Vamos dar os devidos esclarecimentos se houve ou não qualquer tipo de envolvimento aqui dentro do Ministério Público relacionado a isso”, disse o chefe do MPE. (Com informações da assessoria)

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
VACA GORDA À VISTA R$/@ 182,28
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 78,75
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 4,62
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 29,90
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 79,87
BOI GORDO À VISTA R$/@ 195,11
LEITE R$/l 1,08
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet