icon Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

POLÍTICA - A | + A

ELEIÇÕES 2020 30.08.2019 | 14h:20

DEM oficializa candidatura própria na disputa pelo Alencastro e garante gestão mais eficiente

Por: Wellyngton Souza - O Bom da Notícia

O presidente do diretório municipal provisório do DEM, em Cuiabá, Alberto Machado, mais conhecido como ‘Beto Dois a Um’, afirmou nesta sexta-feira (30), que o partido vai lançar candidatura própria à Prefeitura de Cuiabá, em 2020, na certeza que a sigla tem musculatura política para fazer uma gestão mais eficiente.

 

Na entrevista realizada na Rádio Capital, nesta sexta, Beto Dois a Um usou um tom absolutamente distante daquele utilizado por ele, quando assumiu a Comissão Provisória do Democratas na capital, em 17 de agosto, quando chegou a admitir um possível apoio da legenda em uma eventual reeleição do prefeito emedebista, Emanuel Pinheiro, sob o argumento de que em política tudo é possível.

 

Dias mais tarde, na condição de chefe de gabinete de Mauro Mendes, arqui-inimigo de Pinheiro com quem, aliás, vem trocando farpas ininterruptas desde que assumiu a Governadoria do Estado, Alberto Machado até tentou 'colocar panos quentes', mas sem sucesso. Após muito possivelmente tomar 'um puxão de orelha' não só do chefe do Executivo estadual, como também de Fábio Garcia, presidente estadual da sigla em Mato Grosso, com quem tem estreita amizade.

 

Na entrevista hoje, estava um novo democrata, com resposta na ponta da língua, que assegurou que a partir do momento que seu partido assumiu a intenção de ter candidato próprio, é porque entendeu que poderia, inclusive, fazer uma gestão de forma mais firme. "Entendemos que a gestão pode melhorar, por isso nosso partido se coloca à disposição de lançar seu candidato à prefeito, mas alguns nomes ainda precisam ser definidos".

A partir do momento que o DEM afirma que terá candidatura própria, entende que pode fazer uma candidatura melhor, fazer uma gestão de forma mais firme

 

O presidente da sigla em Cuiabá atribuiu ao democratas vantagens nesta escolha, por ter nomes como do governador Mauro Mendes, do presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, do senador Jayme Campos, e do ex-governador Júlio Campos, que compõe a base da sigla e que podem dar uma maior musculatura política à disputa, elevando as chances de eleger o prefeito da Capital, no ano que vem. 

 

Entre os cotados estão o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo, de Infraestrutura Marcelo de Oliveira e o presidente regional do DEM, Fabio Garcia. Além disso, há a possibilidade de o ex-prefeito de Cuiabá Roberto França se filiar a sigla para disputar o cargo. 

 

"Qualquer desses nomes estaria muito bem qualificado para estar à frente da prefeitura. Ainda que não tenhamos decidido, pois estamos focado na chapa dos vereadores, pois há muito tempo o partido não tem um parlamentar municipal na capital. O DEM é um partido repleto de estrelas, de pessoas nacionalmente conhecidas, com serviços prestados à população mato-grossense. Estou com sangue nos olhos para construir uma chapa em que o DEM se tome protagonista". 

 

Diante das denúncias que o prefeito, Emanuel Pinheiro (MDB), tem enfrentado como as CPIs da Saúde que investiga crimes de corrupção na Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ou do Paletó, que investiga suposto recebimento de propina, quando Emanuel ainda era deputado estadual, que ficou cristalizado, após aparecer recebendo maços de dinheiro e guardando-os no paletó, na sala de Silvio Corrêa, ex-chefe de Gabinete de Silval Barbosa, Beto Dois a Um, opta em pontuar que sobre isto que Emanuel se resolva com a Justiça. 

 

E relembra a gestão eficiente de Mauro enquanto prefeito de Cuiabá, destacando abertura do Parque das Águas, Complexo Dom Aquino, a Orla do Porto, Tia Nair como ações ‘pensadas fora da caixa’ e longe dos escândalos. 

 

“Temos entendimento claro que o prefeito tem os problemas dele para resolver e não quero entrar nesse aspecto. Ele que se resolva com Justiça e preste esclarecimento para população. Assim, é mais fácil apontar a gestão do Mauro pois ela ficou marcada pela sua eficiência e, sobretudo, porque saímos um pouco do quadrado. E as diferenças na gestão de Mauro, como prefeito, resultou na percepção do eleitor de uma boa gestão, prova que ele conferiu a Mauro, 81% de aprovação. Lembrando que também foi uma administração que não tivemos escândalo de corrupção. E isso é imprescindível, isso é fator imprescindível daqui para frente. É preciso pensar diferente, sair da zona de conforto e não fazer aquela política feijão com arroz”.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS




icon COTAÇÕES MT
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
LEITE R$/l 1,09
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet