icon Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

POLÍTICA - A | + A

DESVIO NA SAÚDE 03.09.2019 | 15h:36

Prefeitura cobra dívida de R$ 68 mi deixada por Taques

Por: Wellyngton Souza - O Bom da Notícia

O secretário de Saúde do município, Luiz Antônio Possas, afirmou na tarde desta terça-feira (3), que notificou o Governo do Estado quanto a uma dívida no valor de R$ 68 milhões deixada pelo ex-governador Pedro Taques (PSDB).

 

Em última ação na Procuradoria-Geral do Município, Possas disse que o governo deve receber em até 72 horas, ou seja, na próxima sexta-feira (6), o documento para que o caso não vá parar na Justiça. 

 

"Meu último ato como procurador foi notificar o Estado para que pague os R$ 68 milhões que a Prefeitura de Cuiabá tem a receber para a Saúde. Deixei pronto a ação para que dentro do passa o estado possa nos oferecer uma negociação", disse em coletiva à imprensa ao apresentar balanço da Procuradoria. 

Meu último ato como procurador foi notificar o Estado para que pague os R$ 68 milhões que a Prefeitura de Cuiabá tem a receber para a Saúde

 

De acordo com Antônio Possas, o ex-governador recebeu do Governo Federal recursos para atender as necessidades da saúde municipal, mas que no entanto os recursos não foram encaminhados por pelo menos dois anos. 

 

"Nós temos documento oficial assinado por Taques reconhecendo a dívida e parcelando o valor, mas que nunca foram pagos nenhuma das parcelas. O ex-governador assumiu a negociação, mas não cumpriu. O chefe da Saúde disse que a nova gestão assumida pelo governador Mauro Mendes (DEM), tem repassado, mensalmente o valor de R$ 3,1 milhões ao município. 

 

"Esse atraso é somente na gestão de Taques. Mauro desde o primeiro dia pagou certinho. O governo federal repassa ao Estado, que logo encaminha ao município", afirma. 

 

Na semana passada, o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) declarou que não irá perdoar os R$ 82 milhões de emenda parlamentar da bancada federal, que deveria ter sido destinada a Capital para a conclusão das obras do novo Hospital e Pronto Socorro da Capital. “Eu já acertei com o governador Pedro Taques, apresentei uma proposta para ele. Como ele recebeu da bancada federal como custeio, eu propus a ele repassar para Prefeitura de Cuiabá como custeio com o prazo que ficar melhor, 24 meses, 12 meses, 18 meses ou 30 meses”, enfatizou.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS




icon COTAÇÕES MT
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
LEITE R$/l 1,09
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet