Sábado, 18 de Maio de 2024

CIDADES Segunda-feira, 22 de Abril de 2024, 08:35 - A | A

Segunda-feira, 22 de Abril de 2024, 08h:35 - A | A

ENTREGA NO SEGUNDO SEMESTRE

Modernização da Escola de Saúde Pública alcança 83% com R$ 18 milhões investido

Da Redação do O Bom da Notícia com Assessoria

Com mais de R$ 18 milhões investidos na obra de reforma e modernização da Escola de Saúde Pública de Mato Grosso (ESP-MT), a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) busca fortalecer a política de Educação Permanente em Saúde. A obra, que entrou em sua fase final, já totaliza 83% de execução e está prevista para ser concluída no segundo semestre de 2024.

"A reforma da Escola de Saúde Pública fortalecerá a Educação Permanente em Saúde em Mato Grosso e isso se reverte em um melhor atendimento à população do nosso Estado. Além desta e de outras reformas, o Governo também está construindo seis grandes hospitais e tudo isso irá melhorar muito a assistência em saúde em Mato Grosso”, avaliou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

De acordo com a secretária adjunta de Infraestrutura de Tecnologia de Informação da SES, Mayara Galvão, a obra está dentro do cronograma previsto pela SES.

"Estamos empenhados em entregar a unidade completamente reformada e equipada dentro do cronograma previsto. Nosso objetivo é disponibilizar uma estrutura de qualidade para que todos os profissionais formados nesta estrutura possam ofertar um atendimento eficiente à população”, explicou.

Já a superintendente da Escola de Saúde Pública de Mato Grosso, Silvia Tomaz, afirmou que a reforma é fundamental para a valorização dos profissionais da saúde.

“A reforma é aguardada pela escola, a primeira nos 24 anos da instituição, que possibilitará a humanização do ambiente, tornando-o seguro, moderno e dotado das tecnologias necessárias para a realização das atividades educacionais compreendidas no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI)", disse.

Estamos apostando em uma das políticas mais importantes para o Sistema Único de Saúde (SUS), que é a Educação Permanente em Saúde”, acrescentou.
A gestora ainda ressaltou que a modernização fortalece as equipes da unidade para continuar empreendendo esforços na gestão da educação no SUS e no desenvolvimento das atividades educacionais para formação e qualificação profissional.

“O novo ambiente vai impulsionar o desenvolvimento da pesquisa em serviços de saúde e permitirá a capacitação tecnológica e o desenvolvimento do sistema de serviços e das práticas sanitárias, qualificando a rede integrada de atenção, e as redes de gestão e de formação. A gestão da SES está investindo em um dos pilares mais importantes da sociedade, que é a educação”, finalizou.

Serviços

A Escola de Saúde Pública de Mato Grosso oferta diversas capacitações e especializações, que chegam até 760 horas. Entre os temas dos cursos ofertados, estão: transtorno do espectro do autismo; hansenologia; saúde mental e atenção psicossocial; enfermagem obstétrica; plantas medicinais; fitoterapia; avaliação de tecnologias em saúde; e especialização descentralizada em Saúde Pública para os profissionais das regiões de saúde do Médio Araguaia, Norte Araguaia Karajá e Araguaia Xingu.

A unidade oferece cursos de Gestão da Educação na Saúde, Educação Permanente em Saúde, Integração Ensino-Serviço em Saúde, Ordenamento da Formação, Políticas de Ensino, Educação Profissional Pós-Técnica, Residência Integrada em Saúde, Política de Pesquisa, Política de Extensão, Política de Inovação, Linha Editorial e Revista Pantaneira de Saúde Coletiva.