Sábado, 25 de Maio de 2024

CIDADES Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2024, 10:56 - A | A

Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2024, 10h:56 - A | A

SAÚDE

SES realiza coleta de sangue e análise para entrega de cadeira de rodas em Primavera do Leste

O Bom da Notícia/ com assessoria

As unidades especializadas da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) ofertam, entre terça-feira e quinta-feira (20 a 22.02), diversos atendimentos aos moradores de Primavera do Leste por meio do projeto "Ir para Incluir". Entre os serviços disponibilizados, estão coleta de sangue, avaliação para concessão de cadeiras de rodas ou outros meios de locomoção e orientação de saúde bucal à Pessoa com Deficiência (PCD).

Os serviços serão ofertados das 7h às 11h e das 13h às 17h na região central do município: Avenida São João, número 30, ao lado do Centro de Especialidades Médicas Oswaldo Cruz. Para o atendimento, é necessário documento oficial com foto (RG ou CNH), CPF e Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

"A nossa proposta com o projeto ‘Ir para Incluir’ é levar os serviços da SES ao usuário do SUS que está no interior do Estado. Queremos incluí-lo e promover o acesso à nossa cartela de serviços especializados. Assim, fazemos um trabalho itinerante com eficiência e inclusão", afirmou o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.

 

Durante os três dias de atendimento, a carreta do MT Hemocentro estará estacionada nas proximidades do Centro de Especialidades. Na unidade móvel, será feita a coleta de sangue de doadores voluntários.

O Centro Estadual de Odontologia para Pacientes Especiais (Ceope) realizará a orientação e supervisão do atendimento odontológico às pessoas com deficiência previamente agendadas. Já o Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac) realizará a análise para futura concessão de cadeira de rodas ou outros meios de locomoção.

Conforme o secretário adjunto de Unidades Especializadas da SES, Luiz Antônio Ferreira, a expectativa é de que sejam atendidas mais de 200 pessoas durante os três dias de atendimento no município.

"Somente em 2023, percorremos sete municípios e atendemos cerca de 2,5 mil pessoas. Nossa proposta é ampliar esse número para incluir todos que precisam de atendimento especializado", afirma o secretário.