Sexta-feira, 12 de Julho de 2024

ESPORTES Terça-feira, 20 de Junho de 2023, 08:33 - A | A

Terça-feira, 20 de Junho de 2023, 08h:33 - A | A

Corinthians vence o Cruzeiro nos acréscimos, no Brasileirão Feminino

Esportes

Na noite desta segunda-feira (19.06), em Muriaé, no interior de Minas Gerais, o Corinthians protagonizou um emocionante duelo contra o Cruzeiro no primeiro jogo das quartas de final do Brasileiro Feminino. Com uma vitória por 2 a 1, o time alvinegro garantiu o resultado positivo com um final de partida eletrizante.

No primeiro tempo, o Corinthians abriu o placar com Gabi Zanotti, mas o Cruzeiro conseguiu o empate com o gol de Marília. Na segunda etapa, após um jogo equilibrado, o time comandado por Arthur Elias voltou a ficar à frente com o gol de Vic Albuquerque, garantindo a vitória para a equipe.

Com o resultado, o Timão terá a vantagem de poder administrar o resultado conquistado e buscar a classificação para a próxima fase. O jogo de volta, agendado para as 18h30 do dia 26 de junho, será determinante para ver qual das equipes avançará para as semifinais da competição.

Agenda alvinegra: As Brabas, porém, voltam a pensar em seu próximo desafio no Paulistão Feminino. Na quinta-feira, dia 22 de junho, a equipe alvinegra enfrentará o Red Bull Bragantino, em partida marcada para as 16h, na Fazendinha, em São Paulo.

ESCALAÇÃO

O técnico Arthur Elias entrou em campo com a determinação de construir um resultado positivo logo no primeiro jogo. Para isso, optou por escalar o time com força máxima, realizando algumas alterações táticas. Uma das decisões foi improvisar Yasmim na posição de zagueira.

Na formação 4-3-3, no papel, o Corinthians entrou em campo com a seguinte escalação: Lelê; Katiuscia, Tarciane, Yasmim e Tamires; Luana Bertolucci, Gabi Zanotti e Duda Sampaio; Gabi Portilho, Jaqueline e Jhennifer.

O Cruzeiro, também no 4-3-3, foi comandado por Felipe Freitas e entrou em campo com Taty Amaro; Isa Fernandes, Camila Ambrosio, Vitória Calhau e Clara; Rafa Andrade, Mari Pires e Marília; Vanessinha, Byanca Brasil e Carol Baiana.

O JOGO

Primeiro tempo

No primeiro tempo, o Corinthians apresentou um desempenho abaixo das últimas partidas, porém manteve o controle do jogo e conseguiu marcar com Gabi Zanotti. No entanto, em um momento de desatenção, a equipe alvinegra permitiu que Marília empatasse o placar.

Logo nos instantes iniciais da partida, antes mesmo de se completar o primeiro minuto, Byanca Brasil capitalizou um erro de passe de Jaque, fintou Tamires e Jaque, e fez um cruzamento em direção à área, proporcionando ao Cruzeiro uma oportunidade em bola parada, com falta.

No momento da cobrança da falta, a própria Byanca Brasil assumiu a responsabilidade e chutou diretamente para as mãos da goleira Lelê. Contudo, em um momento de desatenção, a arqueira corinthiana acabou soltando a bola e teve que correr para recuperá-la.

O Corinthians mostrou sua resposta aos três minutos com uma jogada pela direita. Kati foi a responsável por iniciar o lance, fazendo um passe preciso para Portilho, que proporcionou um lance que garantiu um cabeceio perigoso de Jaque, muito perto da trave.

A partida voltou a pegar fogo aos 12 minutos, quando o Cruzeiro realizou um lançamento em frente à área do Corinthians. Marília mostrou habilidade ao vencer as defensoras adversárias, e ao perceber a goleira Lelê adiantada, chutou com muita periculosidade, por cima do gol.

O Corinthians mostrou força em duas ocasiões aos 20 minutos. A primeira foi em uma jogada criada por Diany, que fez o passe na entrada da área. Jheniffer, com um movimento de peito, deixou a bola pronta para Tamires finalizar de primeira, mas a bola saiu para fora.

Na sequência, em um bate-rebate perigoso dentro da área, a goleira Taty Amaro precisou intervir com boas defesas para salvar a equipe do Cruzeiro. Um dos chutes foi protagonizado por Gabi Zanotti, que mostrou precisão em sua finalização.

O gol que abriu o placar veio aos 30 minutos para o Corinthians. Em uma jogada pela direita, a bola foi entregue a Portilho, que fez um cruzamento preciso para Zanotti. Com um movimento inteligente, a meia se desvencilhou das defensoras e finalizou com sucesso.

O Cruzeiro deu uma resposta contundente quando o confronto se aproximava do intervalo. Aos 44, Mariana Pires executou um escanteio pela perna esquerda, e Marília, com um excelente posicionamento, cabeceou com precisão para o gol, vencendo Lelê.

Segundo tempo

O segundo tempo foi marcado por um jogo truncado, com poucas oportunidades para ambas as equipes. No entanto, nos minutos finais, o Corinthians teve a chance de desempatar com um pênalti, e Vic Albuquerque mostrou-se decisiva ao converter a cobrança.

O Corinthians iniciou o segundo tempo com uma jogada perigosa, em que Taty Amaro saiu do gol para realizar um corte parcial pelo alto. A sobra ficou com Portilho, que finalizou para fora, sem oferecer perigo ao adversário. No entanto, após esse lance, o jogo tornou-se mais truncado.

Aos 15, Gabi Portilho realizou uma jogada individual pela direita, avançando com velocidade e cruzando a bola para a área. Porém, a goleira Taty Amaro mostrou agilidade ao saltar e dar um soco na bola, afastando-a da área de perigo.

Pouco tempo depois, aos 18, o Corinthians voltou a criar uma oportunidade perigosa e por pouco não voltou a ficar à frente do placar. Na ocasião, Jheniffer recebeu a bola dentro da área e finalizou em direção à linha de fundo, com perigo para o gol adversário.

A primeira chance mais perigosa do Corinthians na segunda etapa surgiu aos 22 minutos, em jogada em que Luana realizou um levantamento preciso para Portilho. Apesar de fazer o domínio da bola, a atacante perdeu o timing da jogada e finalizou de maneira desajeitada para fora.

Aos 28, em jogada de cruzamento de Isabela, a bola foi afastada para os pés de Millene, que havia acabado de entrar em campo. Com habilidade, a atacante dominou a bola e a colocou para a perna direita, finalizando com perigo próximo à meta defendida por Taty Amaro.

Portilho novamente assumiu o protagonismo aos 34 minutos. Realizando uma jogada pela direita, ela avançou até a linha de fundo e finalizou com um chute fechado em direção ao gol. A goleira Taty Amaro precisou saltar para fazer a defesa e impedir que o Corinthians ampliasse o placar.

Aos 48 minutos, já nos acréscimos, o Corinthians teve a oportunidade de ouro com um pênalti cometido por Janaina em cima de Portilho. Na cobrança, Vic Albuquerque mostrou tranquilidade e converteu, colocando o Timão na frente do placar e garantindo a vitória para a equipe.



Fonte: Esportes