Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

MULHER Sábado, 29 de Abril de 2023, 22:31 - A | A

Sábado, 29 de Abril de 2023, 22h:31 - A | A

Veja quanto custa um convite para ir ao Met Gala 2023

Mulher

Blake Lively no tapete vermelho do Met Gala 2022
Reprodução/Instagram

Blake Lively no tapete vermelho do Met Gala 2022

O evento mais esperado do mundo da moda, o Met Gala, acontece na próxima segunda-feira (1º) e reunirá, mais uma vez, as personalidades mais influentes do momento no Metropolitan Museum of Art, em Nova York, EUA.

Entre no canal do iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!

Um dos nomes mais aguardados todos os anos é o da atriz Blake Lively, que sempre chama atenção por seus figurinos, sendo considerada uma das convidadas mais bem vestidas da noite. Neste ano, porém, a estrela de Gossip Girl revelou que não irá comparecer ao show. Sem dar muitos detalhes, Blake apenas declarou que irá acompanhar a cerimônia "de longe". A informação foi dada durante reinauguração da loja Tiffany & Co., em Nova York. A loira ainda brincou que usará um vestido Versace no sofá de sua casa.

O Met Gala é um evento beneficente que arrecada fundos para o "Costume Institute do Metropolitan Museum of Art" e é organizado por Anna Wintour, editora da Vogue americana e uma das figuras mais respeitadas na indústria fashion. Ele é realizado desde 1972 no museu nova-iorquino.

Neste ano, o tema irá homenagear o estilista alemão Karl Lagerfeld, falecido em 2019 e responsável por assinar peças de grifes como Chanel, Fendi e Jean Patou. A atual edição é intitulada "Karl Lagerfeld: A Line of Beauty", e os convidados, claro, deverão usar vestimentas inspiradas no designer.

Sabemos que os convites de ouro para o Met Gala são para poucos. Mas, segundo o tablóide americano Page Six, em 2023, alguns estariam fazendo questão de não ir.

O motivo, segundo o site, seria o preço dos ingressos, que teria subido de US$ 30.000 para US$ 50.000, por pessoa. "Essas pessoas já estão doando bastante, então pedir essa quantia é demais", afirmou uma fonte. Outra rebateu: "A cada uma pessoa que se recusa a ir, aparecem outras 20 implorando por um convite".

"Anna vai querer essas pessoas no evento? Talvez sim, talvez não", indagou mais uma.

O Page Six também teria sido informado de que alguns designers poderiam estar considerando não participar do Met Gala 2023 para não ter que aderir ao tema, que seria mais "específico" do que os dos anos anteriores. No ano passado, por exemplo, o objeto central da noite foi "In America: An Anthology In Fashion" ("Na América: Uma Antologia da Moda").

Além de seu icônico cabelo branco sempre preso num rabo de cavalo e de sua fiel companheira e herdeira, a gatinha Choupette, Lagerfeld também era bastante reconhecido por seu trabalho na Chanel. "Os temas da Chanel são tão icônicos. Outras marcas têm identidade própria. O que elas vão fazer?", questionou uma das pessoas ouvidas pelo tabloide. Mas essa mesma pessoa cita as consequências de recusar um convite para o evento beneficente: "Se você perder um, pode não ser convidado nunca mais".

Ácido e categórico, Karl Lagerfeld era uma figura polêmica e já provou em mais de uma ocasião que não tinha papas na língua. Já deu declarações gordofóbicas como: "Ninguém quer ver mulheres rechonchudas nas passarelas. São as mulheres gordas sentadas com um pacote de batatas diante da TV que dizem que modelos magras são algo horrível".

E não só isso... Também foi alvo de críticas sobre o seu comportamento após reprovar, para a revista Numero, o movimento "Me Too", que luta contra o assédio sexual e a discriminação de gênero. Na ocasião, ele disse: "Se você não quer que suas calças sejam puxadas, não se torne uma modelo! Entre para um convento, sempre terá lugar para você lá. Eles estão até recrutando!".

Fonte: Mulher