Sexta-feira, 12 de Julho de 2024

O BOM DA VIDA Quinta-feira, 21 de Setembro de 2023, 14:40 - A | A

Quinta-feira, 21 de Setembro de 2023, 14h:40 - A | A

EM PORTO JOFRE

Governador encontra cineasta francês que faz documentário sobre onças-pintadas

Documentário Duas Irmãs – A Marcha das Onças-pintadas é gravado no Parque Estadual Encontro das Águas

Da Redação do O Bom da Notícia/Com Assessoria

O governador Mauro Mendes estará na segunda-feira (25), no Distrito de Porto Jofre, em Poconé (252 km de Cuiabá), para encontrar o cineasta francês Emmanuel Priol, responsável pelo roteiro e a supervisão editorial do documentário Duas Irmãs – A Marcha das Onças-pintadas. A produção conta com o apoio financeiro do Governo do Estado.

Eles pretendem observar onças na região.

O documentário vai abordar a rotina das onças-pintadas de 8 anos Jaju e Âmbar, no Parque Estadual Encontro das Águas, no Pantanal de Mato Grosso, local de maior concentração de onças do mundo. Mais de 300 onças foram identificadas em Mato Grosso ao longo de 15 anos. O filme vai retratar a preservação ambiental e as belezas do Pantanal do nosso estado.

Durante três anos de gravação, os documentaristas registraram vários momentos da vida das duas onças.

A produção explora o amor e união entre a família de onças, destacando a luta pela sobrevivência em um ambiente desafiador, onde elas enfrentam emocionantes confrontos com sucuris e jacarés.

O documentário deve levar mais dois anos de filmagens em mais cinco expedições previstas.

O filme é fruto da parceria das produtoras Duo2 e Bonne Pioche, sob a direção de Lawrence Wahba e Mike Bueno e com a contribuição do cineasta Emmanuel Priol, responsável pelo roteiro e supervisão editorial do material, e vencedor de um Oscar de melhor Documentário em 2006, e tem o apoio do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

Segundo o secretário da Sedec, César Miranda, o documentário deve ser levado para plataformas de streamings e trará maior visibilidade ao trabalho de conservação e pesquisa de onças-pintadas pelo Governo.

“Com isso, vai atrair mais turistas e mostrar para milhões de pessoas no mundo que Mato Grosso conserva não só o Pantanal, mas a Amazônia e o Cerrado, ou seja, 62% do seu território estadual”, pontuou.