Quarta-feira, 24 de Julho de 2024

POLÍCIA Quinta-feira, 13 de Junho de 2024, 18:58 - A | A

Quinta-feira, 13 de Junho de 2024, 18h:58 - A | A

EM SORRISO

Politec identifica vítima de acidente aéreo após exame de DNA

Outras três vítimas de acidentes aéreos também foram identificadas; corpos foram liberados para sepultamento

Da Redação do Bom da Notícia com Assessoria

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) concluiu, através de exame de DNA, a identificação da segunda vítima do acidente com um avião monomotor ocorrido na última sexta-feira (07), em Sorriso. Trata-se de Wanderlei Cesar de Castro Junior, de 39 anos.

O corpo da vítima foi liberado nesta quinta-feira (13) aos familiares para o sepultamento, que será realizado em São Paulo.

O material genético da vítima foi coletado na Gerência Regional da Politec de Sorriso, durante exame de necropsia, e confrontado com amostra biológica doada pelo pai da vítima. A obtenção de perfis genéticos para confronto de vínculo genético é realizado pela Diretoria Metropolitana de Laboratório Forense da Politec.

A coordenadora de Perícias de Biologia Molecular da Politec, Rosangela Maria Guarienti, ressalta que a agilidade na conclusão do exame de identificação genética foi possível graças a integração de informações técnicas periciais entre as equipes envolvidas.

“Enaltecemos a agilidade e expertise técnica da equipe de medicina legal de Sorriso, bem como da Equipe de Cuiabá que selecionaram e coletaram fontes de material biológico com alta possibilidade de extração de perfil genético. A integração de informações técnicas periciais com a equipe de biologia molecular possibilitou escolhas de processamento céleres obtendo o sucesso da identificação por vínculo genético. Certamente um modelo de sucesso a ser replicado em casos futuros que possibilitem as mesmas técnicas aplicadas”, avaliou a coordenadora.

O piloto do avião, Reynan Moresca, foi identificado nesta segunda-feira (10.06), por meio de perícia odontolegal, que comparou exames odontológicos da vítima realizados antes do óbito com imagens da arcada dentária da vítima registradas após o óbito.

O grau de carbonização dos corpos inviabilizou a identificação através das impressões digitais e, por este motivo, os corpos foram encaminhados para exames especializados na Politec de Cuiabá.

Queda de aerovane em Mirassol D´Oeste

As duas vítimas do acidente registrado nesta quarta-feira (12), em Mirassol D´Oeste, foram identificadas por meio da análise e confronto de suas impressões digitais (papiloscopia) e liberadas no mesmo dia. Tratam-se do piloto e advogado Marco Antônio Corbelino, de 48 anos, e Igor Duarte Marques da Silva, de 28 anos, funcionário do escritório de advocacia do piloto.

A Gerência Regional da Politec de Cáceres foi responsável pela realização das identificações técnicas, perícias de local de morte violenta e de necropsia.

No dia do acidente, o avião decolou do aeroporto de Mirassol D´Oeste e, após realizar uma conversão, muito provavelmente para sentido Cáceres, caiu no pasto ao lado do aeroporto.

O advogado ficou preso no interior da aeronave e foi necessário seu desencarceiramento, realizado pelo Corpo de Bombeiros. 

Caberá à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a investigação da causa dos dois acidentes.