Sábado, 15 de Junho de 2024

POLÍTICA NACIONAL Terça-feira, 27 de Outubro de 2020, 16:34 - A | A

Terça-feira, 27 de Outubro de 2020, 16h:34 - A | A

Marcos do Val participa de Fórum Parlamentar do Brics

Agência Senado

Representante do Brasil no 6º Fórum Parlamentar do Brics (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), o senador Marcos do Val (Podemos-ES) manifestou-se nesta terça-feira (27) a favor da colaboração internacional para o enfrentamento da pandemia da covid-19. Durante o evento, realizado por videoconferência, o senador capixaba também tratou de medidas em resposta à elevação dos índices de violência.

"O evento contribui para o estreitamento do diálogo parlamentar em busca de soluções conjuntas para o bem-estar de nossos cidadãos, principalmente neste momento que ainda enfrentamos de crise sanitária e econômica", comentou.

Na reunião do bloco de países, com o tema "Parceria do Brics para a estabilidade global, a segurança compartilhada e o crescimento inovador: dimensão parlamentar", o representante brasileiro chamou atenção para a continuação dos efeitos adversos do coronavírus e para a repercussão internacional de iniciativas nacionais de enfrentamento dessa crise num contexto de integração econômica.

Em seu discurso, Marcos do Val ainda defendeu treinamento adequado da força policial como medida urgente — mas que "não deve ser a única" — a ser tomada na busca da paz social e cobrou atenção prioritária aos setores de perícia das forças policiais nacionais, que, na sua avaliação, não são devidamente valorizados.

Marcos do Val é vice-presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) e participou do evento por indicação do presidente do Senado, Davi Alcolumbre. A reunião online do Fórum Parlamentar do Brics foi presidida por Vyacheslav Volodin, presidente da Duma Federal da Rússia. A Cúpula do Brics, originalmente agendada para julho de 2020 em São Petersburgo (Rússia), foi adiada devido à pandemia da covid-19.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)