Sexta-feira, 12 de Julho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 13 de Setembro de 2023, 17:00 - A | A

Quarta-feira, 13 de Setembro de 2023, 17h:00 - A | A

"ABSURDO"

A ideia do projeto foi boa, mas a concepção foi ruim', diz Russi ao criticar projeto de Wilson Santos

Evelyn Siqueira/ O Bom da Notícia

Durante conversa com a imprensa na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (13), o deputado estadual Max Russi (PSB) classificou  como ‘absurdo’ o Projeto de Lei nº 1015/2023, que dispõe sobre a proteção do Pantanal mato-grossense, com o objetivo de conter o avanço da abertura de novas lavouras destinadas ao cultivo de monoculturas na região, proposto pelo colega de parlamento, Wilson Santos (PSD).

Ressaltando a felicidade de ter pedido vista do projeto, - que para o trâmite da  proposta na Casa de Leis por alguns dias -, Russi chegou a afirmar que o projeto inviabilizaria a produção de pequenos agricultores.

“Esse projeto é um absurdo. Ainda bem que eu vim na sessão e não deixei votar, e pedi vista, como também espero contar com o apoio dos demais deputados, porque vamos inviabilizar 17 a 18 municípios de Mato Grosso. E inviabilizar com o que? A pessoa não vai poder produzir nada, imagina chegar em um produtor rural ou alguém que tenha um gado leiteiro, que tenha uma produção de mandioca, e dizer esquece que você não pode fazer mais nada em sua propriedade, porque agora será uma reserva ambiental!”, disse

Ao ainda enfatizar que ‘não consegue entender algumas proposições’ realizadas no legislativo estadual, Russi afirmou que mesmo defendendo causas ambientais não poderia votar a favor de um projeto sem que ocorra audiências públicas com o setor que será atingido.  

“São algumas proposições que acontecem nessa Casa que eu não consigo entender! A Assembleia não pode dentro do gabinete tomar uma decisão dessas. E eu defendo o meio ambiente e as pautas ambientais, mas já não defendo tomar uma decisão sem antes fazer uma discussão com audiências públicas e assim debater. A ideia do projeto foi boa, mas a concepção foi ruim!”, pontuou