Domingo, 14 de Julho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 11 de Outubro de 2023, 17:39 - A | A

Quarta-feira, 11 de Outubro de 2023, 17h:39 - A | A

CÂMARA DE CUIABÁ

Após cassação de Edna, suplente promete PL que dê ‘mais transparência’ às verbas indenizatórias

Evelyn Siqueira/ O Bom da Notícia

Mesmo admitindo que não se sente emocionalmente apto a assumir o lugar de Edna Sampaio, na Câmara de Cuiabá, o suplente Robinson Cireia (ambos do PT), assegurou nesta quarta-feira(11), que aceitará o ‘desafio’. 

Robinson ainda garantiu que lutará em defesa de Edna para que retorne a Casa de Leis, ‘vamos juntos lutar em defesa da Edna e da política correta’. 

“Não que eu não me sinta preparado para me tornar vereadora, mas não me sinto preparado para ver uma companheira perder o mandato e eu assumir nesta situação. Confesso que emocionalmente não estou bem, mas aceito o desafio, que é fazer a defesa da classe trabalhadora aqui na Câmara! Então, conto com o apoio da Edna e do partido, pois, vou tomar passe e vamos juntos lutar, até mesmo em defesa da Edna e da política correta”, disse durante conversa com a imprensa no gabinete da vereadora Edna Sampaio. 

Vale ressaltar que Edna teve seu mandato cassado nesta quarta, após ser acusada de ‘rachadinha’ com a sua ex-chefe de gabinete, Laura Abreu. 

Ainda durante a coletiva, o suplente assegurou que seu primeiro passo como vereador será criar um projeto de lei que torne a Verba Indenizatória de todos os vereadores mais transparente, ‘correta e séria’. 

“Vamos fazer um projeto de lei para que a Verba Indenizatória tenha uma prestação de contas, correta e séria, porque nós não temos nenhum interesse em ser acusados de crime, portanto, todos precisam fazer a prestação de contas. Ou seja, será o nosso primeiro passo aqui na Câmara, caso eu realmente tome posse, pois acredito que a justiça vai reverter essa decisão e a vereadora irá voltar”, garantiu 

Robinson também aconselhou que a população ‘observe’ os acontecimentos que levaram até o momento da cassação da petista, ao elencar que o processo foi acelerado após o partido se declarar oposição ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e lançar pré-candidatos à Prefeitura de Cuiabá.

“Caso essa decisão não seja revertida rapidamente, vamos continuar trabalhando para que o mandato do PT seja um mandato de luta, em defesa de seus filiados e apoiadores. Mas, tem uma coisa política que precisamos observar é que uma semana depois do PT anunciar que somos oposição a atual gestão de Cuiabá e lançar terá pré-candidato a prefeito, a vereadora Edna foi cassada. E isso, para nós é um ataque ao PT, pois, a Edna era a ponta da lança aqui na Câmara, pois ele que faria o enfrentamento ao Emanuel”, pontuou.

Conheça o sucessor de Edna na Câmara 

O professor Robson Cireia é natural de Curitiba, no Paraná. Mudou-se para Cuiabá em 1980, morando no Tijucal e trabalhando desde cedo. Trabalhou como servente e gráfico na adolescência. Aluno de Escola Pública, ingressou aos 24 anos no curso de história na UFMT.

Foi militante da Juventude Revolução, participou de diversas mobilizações estudantis do Centro Acadêmico de História e do Diretório Central dos Estudantes na UFMT. E, hoje, é professor de História na rede pública e ganhou notoriedade entre os professores atuando no Sindicato dos Servidores Públicos do Estado de Mato Grosso (Sintep-MT).