Sábado, 20 de Julho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 27 de Novembro de 2023, 15:48 - A | A

Segunda-feira, 27 de Novembro de 2023, 15h:48 - A | A

DESCONFORTO TÉRMICO

Audiências públicas debatem impactos de graxaria e onda de calor em Cuiabá

O Bom da Notícia/ com assessoria

O vereador Luis Cláudio (PP) requereu e vai presidir duas audiências públicas nesta semana. Uma delas vai discutir os impactos da graxaria instalada em Várzea Grande para os moradores de Cuiabá. Já a segunda audiência vai debater a onda de calor acima da média histórica e medidas que podem ser adotadas para minimizar o desconforto térmico para população.

A audiência pública para debater os impactos causados pela reativação da graxaria na Marfrig, em Várzea Grande será no dia 30 de novembro, às 15 horas, no plenário das deliberações da Câmara de Cuiabá.

Luis Cláudio ressalta que há risco de impactos na saúde da população cuiabana, que vive próximo a região da Ponte Sérgio Motta e que o caso pode ainda resultar na desvalorização de imóveis na região da Avenida Beira Rio.

“A graxaria inaugurada em maio deste ano pela empresa Marfrig foi instalada entre uma área de preservação, o Rio Cuiabá e uma zona urbana da cidade, e atinge mais de 50 mil pessoas. Isso porque as atividades do setor ainda não teriam atingido nem 50% da capacidade. A proposta é abordar estratégias para que a sociedade cuiabana também possa se organizar e se posicionar em relação aos impactos destrutivos que a graxaria produz, nos mais amplos aspectos para o meio ambiente e notadamente os danos causados à saúde da população”.

*ONDA DE CALOR* - No dia 1º de dezembro, às 9 horas, o vereador vai presidir a audiência pública que tratará sobre a onda de calor e os riscos à saúde para os moradores de Cuiabá.

A proposta visa abordar junto aos convidados estratégias para que a sociedade cuiabana também possa se organizar, traçar metas e alcançar possíveis soluções.

Segundo a Defesa Civil, a temperatura tem atingido no mínimo 5°C acima da média na capital. Além disso, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) tem publicado por várias vezes o alerta vermelho em relação a alta temperatura de Cuiabá, o que significa "grande perigo", com duração de até cinco dias em média, com riscos potenciais à saúde da população.