Quarta-feira, 29 de Maio de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2024, 09:01 - A | A

Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2024, 09h:01 - A | A

PREFEITURA DA CAPITAL

Dilemário Alencar denuncia aumento de 230% na cobrança da taxa de lixo em Cuiabá

Da Redação do Bom da Notícia com Assessoria

Nesta última quarta-feira(17), o vereador Dilemário Alencar(Podemos) postou em suas redes sociais e ainda ´garantiu à jornalistas que vai representar o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro(MDB), junto ao Ministério Público estadual, pedindo nulidade do aumento de 230% na taxa de lixo,. Lembrando que a inflação acumulada no ano de 2023 foi de 4,62%.

Para o parlamentar, a elevação da taxa é, sem dúvida, um 'escrachado abuso da prefeitura em cima de um serviço público considerado essencial'.

"A taxa de lixo para coleta três vezes por semana aumentou de R$ 10,60 para R$ 33,10. Já o serviço de coleta de seis vezes por semana aumentou de R$ 21,20 para R$ 66,20. O aumento foi de 230% enquanto a inflação acumulada no ano de 2023 foi de 4,62%. Sem dúvidas um aumento abusivo e sem justificativas".

Dilemário apontou que o prefeito emedebista fez o aumento através de um decreto, 'sem a mínima discussão com a Câmara Municipal e segmentos organizados da sociedade'.

"O Decreto n° 10.019, assinado pelo prefeito para conceder o aumento na taxa de lixo, foi publicado na calada da noite do dia 28 de dezembro de 2023, e dado conhecimento a população apenas neste dia 17 de janeiro".