Domingo, 23 de Junho de 2024

POLÍTICA Domingo, 05 de Maio de 2024, 13:38 - A | A

Domingo, 05 de Maio de 2024, 13h:38 - A | A

ELEIÇÃO EM CUIABA

Gisela projeta a vitória de seis vereadores e assegura que boa parte já foi testada pelas urnas

Silvano Costa / Especial para O Bom da Notícia

Em entrevista à Rádio CBN Cuiabá nesta quinta-feira (02), a deputada federal Gisela Simona, igualmente,  presidente do diretório do União Brasil em Cuiabá, se mostrou otimista com a chapa montada pela legenda para a eleição municipal deste ano. 

Gisela endossou a declaração do vereador Dilemário Alencar (União) de que o objetivo é conseguir seis cadeiras na Câmara Municipal de Cuiabá, e citou que dos 28 nomes que irão disputar a eleição, das 40 pré-candidaturas que vão às convenções, 26 já foram testados nas urnas. 

"Nós construimos uma chapa que tem 40 nomes à disposição do União Brasil e na convenção do partido será feito esse filtro, porque por lei são somente 28. Então nós temos em tese os 28 e 12 que estão ali tentando. Se alguém desistir ou se mostrar mais preparado podem haver mudanças".

"Alguns falam assim, ah, mas o União Brasil está acreditando muito nesse potencial. Verdade. A gente está acreditando por força das lideranças que vieram e já terem sido testadas na urna. Pois 26 dos 28 nomes já foram testados na urna, o que dá para a gente fazer essa projeção. Quando nada que pelo menos repitam aquilo que já fizeram", explicou.

A deputada federal garante que reforça esta tese o fato da sigla ser cabeça de chapa na disputa pelo comando do Palácio Alencastro. Ao explicar que o UB poderá - para esta sexta vaga -, contar com os votos de legenda, ou seja, com os votos dos que votarão no candidato do União Brasil, à Prefeitura de Cuiabá, Eduardo Botelho, em outubro. Ao frisar que o presidente da Assembleia Legislativa vem liderando já há algum tempo as pesquisas de intenções de votos dos eleitores cuiabanos. 

"Todos que votarem no Botelho para prefeito de Cuiabá, esse voto vem como voto de legenda,  que pode agregar força para garantir mais uma cadeira. Então a nossa conta é que podem ser cinco nomes e com o voto de legenda podemos chegar à seis".

No momento, o União Brasil possui a maior bancada na Câmara dos Vereadores com quatro nomes: Michelly Alencar, Cezinha Nascimento, Dr. Luiz Fernando e Dilemário Alencar, sendo que os dois últimos se juntaram à sigla ao migrarem na janela partidária que se fechou em abril. 

Em março, no Dia Internacional da Mulher, Gisela Simona foi escolhida como a presidente do partido na capital mato-grossense. A deputada se disse satisfeita com o trabalho que desempenhou na formação da chapa. 

"Tive a oportunidade de assumir o União Brasil aqui na capital numa data muito simbólica que foi dia 8 de Março, dia Internacional das Mulheres. Recebi essa missão muito com essa esse objetivo de formarmos a chapa do União Brasil aqui em Cuiabá. Felizmente nós tivemos boas adesões e acredito que fizemos um bom trabalho".