Sexta-feira, 12 de Julho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 05 de Junho de 2024, 15:40 - A | A

Quarta-feira, 05 de Junho de 2024, 15h:40 - A | A

EM MATO GROSSO

Legislação prevê que servidores condenados por feminicídio ou violência sejam demitidos

Da Redação do O Bom da Notícia/com Assessoria

Durante sessão desta quarta-feira (05.06), a deputada estadual Janaina Riva (MDB) apresentou duas legislações de proteção à mulher e às crianças e adolescentes de Mato Grosso. A primeira para que os agressores e feminicidas que sejam servidores públicos concursados, a partir da sentença transitada em julgado, percam a estabilidade funcional e sejam demitidos automaticamente.

Consta do projeto que em caso do servidor público tiver sentença transitada em julgado por pratica de crime de violência doméstica, violência sexual ou feminicídio terá demissão automática do serviço público. O texto prevê também que o servidor perderá os direitos e vantagens decorrentes do cargo, bem como ficará impedido de reingressar no serviço público pelo período de oito anos, contados a partir da data da demissão.

O segundo projeto de lei prevê a criação, implementação e regulamentação de Grupos Reflexivos para Crianças e Pais, com o objetivo de coibir e prevenir a prática de violência contra menores.

 Consta do projeto que os Grupos terão como objetivo principal proporcionar um espaço de reflexão, orientação e reeducação para crianças vítimas de violência e seus pais ou responsáveis, visando à promoção de relações familiares saudáveis e à prevenção de novos episódios de violência.