Quarta-feira, 29 de Maio de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2022, 10:11 - A | A

Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2022, 10h:11 - A | A

COVID-19

Mauro suspende agenda para acompanhar internação da esposa em SP, a primeira-dama Virginia Mendes

Luciana Nunes/ O Bom da Notícia

O governador Mauro Mendes (UB) suspendeu agenda para acompanhar a primeira-dama, Virginia Mendes, que está internada em São Paulo, para a realização de um monitoramento mais pari passu da infecção por covid-19.

Uma das pautas desta segunda-feira (12) seria a prestação de contas das ações de governo de 2019 a 2022. A agenda foi transferida para o mês de janeiro. "Em decorrência do estado de saúde da primeira-dama Virginia Mendes, o governador precisou se deslocar a São Paulo, para que ela seja atendida pela equipe médica que sempre a acompanha", diz trecho da nota. 

Na tarde deste domingo (11), Virginia Mendes, precisou ser hospitalizada em Cuiabá por conta da covid-19. Ela testou positivo para a doença na última sexta-feira (9). 

Nesta segunda-feira (12), a primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes  foi encaminhada para acompanhamento médico em São Paulo. Um dia após ser internada em Cuiabá por conta da covid-19. Conforme a sua equipe médica o quadro de saúde é estável.

A médica que acompanha Virginia, a pneumologista, Karime Schelini, informou que a primeira-dama está estável clinicamente, mas por precaução foi encaminhada para São Paulo ainda na noite deste domingo (11), após monitoramento.

“O quadro dela é estável, mas com todo histórico médico dela em São Paulo, achamos prudente finalizar o tratamento da doença com os médicos que a acompanham desde o transplante de rim e da última cirurgia de retirada do tumor no pâncreas. Ela está respondendo bem ao tratamento”, afirmou a médica pneumologista Karime Schelini.

Virginia se recupera de um procedimento cirúrgico para a retirada de um tumor no pâncreas que foi realizada em julho.

Tumor no pâncreas 

Virginia se recupera de um procedimento cirúrgico para a retirada de um tumor no pâncreas que foi realizada em julho. Em outubro, ela retirou o inserção de Stent que é um tubo que é colocado para desobstruir os dutos que levam a bile para o duodeno. 

Só para relembrar, Virginia recebeu liberação médica após procedimento cirúrgico para a retirada de um tumor, voltando para casa, em Cuiabá, no dia 2 de julho. 

Há pouco mais de um mês a primeira-dama havia postado em suas redes sociais que estaria curada do câncer. 

Ela foi internada no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, no último dia 13 de junho, sob os cuidados do médico Antônio Luiz Macedo que ficou, nacionalmente, conhecido por ter operado o presidente Jair Bolsonaro em 2018, após o episódio da facada.

Sua rápida recuperação surpreendeu a equipe médica, já que a primeira-dama, uma semana após o procedimento teve alta. Ficando ainda na capital paulista por algum tempo para os últimos cuidados antes de voltar para casa.