Terça-feira, 18 de Junho de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020, 08:24 - A | A

Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020, 08h:24 - A | A

ELEIÇÕES 2020

‘Não tem moral’, critica Mauro Carvalho após prefeito comparar Pronto-Socorro com VLT

Rafael Martins/O Bom da Notícia

Secretário-chefe de Casa Civil, Mauro Carvalho, rebateu as críticas feitas pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) a respeito do novo Pronto-Socorro de Cuiabá. O candidato à reeleição afirmou que a unidade hospitalar seria um “Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT)”, se não fosse sua atuação à frente da gestão.

Pinheiro comparou o déficit do Pronto-Socorro com as obras do VLT, que estão paradas desde 2014.

O prefeito inaugurou o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), m novembro do ano passado. “Se não é a gestão Emanuel Pinheiro, o HMC seria o novo VLT. Ia ficar uma obra licitada, uma obra feita, mas marcada e abandonada”, disse, em dezembro de 2019.

Para Carvalho, tal comentário demonstra “desespero” de Emanuel na reta final da campanha. “Queda em todas as pesquisas, está tendo um grande risco, tanto em Cuiabá como em Várzea Grande. Então isso é perfeitamente normal, as pessoas espernearem nesse final de campanha”, disse.

O secretário da Casa Civil aponta que, além do desespero, o chefe do Executivo municipal é injusto, já que o projeto do novo Pronto Socorro começou durante gestão do governador Mauro Mendes (DEM), quando foi prefeito da capital em 2013.

“Quem iniciou, quem fez o projeto desse novo Pronto Socorro, foi o governador Mauro Mendes (DEM) junto com sua equipe e deixou a obra mais de 30% de obras acabada. Ele teve apoio de emendas federais, do governo federal para terminar essa obra. Jamais seria um VLT. O mínimo que ele deveria fazer é terminar a obra e de fato foi feito”, explico

Outra obra lembrada por Carvalho, é a Unidade do Pronto Atendimento (UPA) do Verdão que estava com a obra 95% finalizada, quando foi repassada a gestão de Emanuel e ainda assim o atual gestor levou 4 anos para entrega-la.

“Não tem moral nenhuma para falar da gestão passada. O governador saiu da administração e não quis sair à reeleição com mais de 80% de aprovação dos cuiabanos. Da mesma forma que está sendo construída a aprovação no governo do Estado”.

Carvalho ainda demonstrou seu apoio a Roberto França (Patri), nas urnas. “Roberto França com certeza com o trabalho que vem realizando, na sua campanha eleitoral, junto com sua equipe com apoio de várias lideranças partidárias e política de MT, com certeza estará no 2º turno das eleições”, comentou.

"Pesquisas eleitorais refletem o momento e as circunstâncias específicas em que foram feitas, a começar pelo número de eleitores consultados em relação ao eleitorado, bairros pesquisados, faixa etária, renda, método de consulta, etc. Portanto, as pesquisas não podem ser consideradas como uma antecipação do resultado da eleição".

Ainda enfatizou que tem certeza que França irá para o segundo turno. "A única pesquisa verdadeira é a do dia 15 e estaremos no segundo turno, com certeza, pois a rejeição ao atual prefeito é muito grande e mostra seu conceito negativo em função de tantas denúncias contra ele e sua administração".