Domingo, 23 de Junho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 22 de Maio de 2024, 12:07 - A | A

Quarta-feira, 22 de Maio de 2024, 12h:07 - A | A

PARECER SUSPENSO

Vereador chama de 'imoral' participação de Albano em pedido de revisão das contas de Emanuel

Evelyn Siqueira/ O Bom da Notícia

Na avaliação do relator das contas do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), na Câmara de Cuiabá, vereador Demilson Nogueira (PP), o conselheiro Valter Albano ‘desrespeitou’ os princípios da administração pública, ao aceitar suspender o parecer negativo ao pedido de revisão prévio das contas.

Segundo Demilson, a presença de Albano no processo é ‘imoral’, já que o conselheiro foi o único a pedir vistas da conta da prefeitura e votar a favor da aprovação.

"Para falar de uma forma muito clara que os princípios da administração pública foram totalmente desrespeitados pelo conselheiro Valter Albano, ele pessoalizou essas contas uma vez que o relator não poderia ser escolhido para estar atuando no recurso. Ele moralmente deveria dar-se por impedido. A presença dele, nesse recurso ordinário é totalmente imoral! Não é ilegal, mas é imoral a presença dele comandando esse processo de recurso ordinário, apresentado pelo prefeito", pontutou

De acordo com o vereador, o TCE está ‘desrespeitando’ a Casa de Leis Municipal ao não encaminhar o parecer das contas. “Estão sentados em cima das contas em um total desrespeito com a Câmara Municipal!”

Demilson também afirmou que agora a Câmara vai aguardar parecer do colegiado, mas ressaltou que não há mágica que reverta os números apontados inicialmente pela Corte de Contas, já que os números foram analisados três vezes. 

“Não vejo nenhuma mágica para mudar os números, não tem como, os números estão lá dentro. Esses números já foram vistos, revistos e mais uma vez visto, porque já teve três julgamentos: teve o julgamento singular, recurso de revisão e um agravo interno, e os números continuam os mesmos”, contou. 

Vale lembrar que Albano encaminhou a sua decisão à presidência do TCE e recomendou à Câmara que aguarde o julgamento de mérito para, somente depois, finalizar o julgamento das contas anuais do exercício de 2022 da Prefeitura de Cuiabá.