Quarta-feira, 12 de Junho de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 17 de Junho de 2022, 16:26 - A | A

Sexta-feira, 17 de Junho de 2022, 16h:26 - A | A

NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Wellington destaca zelo e fraternidade da maçonaria nos 200 anos do Grande Oriente

O Bom da Notícia

O bicentenário do Grande Oriente do Brasil, mais antiga associação de lojas maçônicas do Brasil, foi comemorado nesta sexta-feira, 17, em sessão solene do Congresso Nacional, realizada em um lotado plenário da Câmara dos Deputados. Líder do Bloco Parlamentar Vanguarda, formado por senadores do PL e do PTB, o senador Wellington Fagundes, de Mato Grosso, fez questão de destacar o exemplo de dedicação e zelo às melhores causas que lastreiam os trabalhos da maçonaria no Brasil e no mundo.

"A organização maçônica atuou decisivamente para veicular na história os mais elevados desígnios humanos” – pontuou Fagundes, ao enfatizar as ações em defesa da “promoção da liberdade política, da igualdade e da fraternidade entre todos os filhos de Deus, o direito inalienável dos povos na gestão do seu próprio destino e de seus próprios negócios”.

O Grande Oriente do Brasil foi fundado em 17 de junho de 1822. Segundo o senador mato-grossense, a homenagem requerida pelo senador Izalci Lucas (PSDB-DF) e o deputado General Girão (PL-RN) faz justiça a sociedade maçônica, cuja história, segundo ele, “confunde com a independência do nosso país”. Ele destacou que no curso da nossa história, a maçonaria sempre se fez com notável presença em defesa dos mais nobres interesses coletivos.

“Está cravado na história do Grande Oriente do Brasil o papel da maçonaria, dia após dia, ano após ano, século após século, presente na vida das pessoas que habitam o nosso planeta, dentro dos mais elevados princípios da fraternidade” – frisou Fagundes,

No final de maio, o bicentenário da maçonaria foi comemorado em Cuiabá com a realização de vários eventos. Ao enaltecer o trabalho do grão-mestre Ivo Matias, Wellington classificou a atuação do Grande Oriente como simbólica, progressista, evolucionista, regular, legal e legítima, citando também seu caráter cultural, cívico, filantrópico, social e ambiental, organizada para fins não econômicos.