Domingo, 16 de Junho de 2024

TECNOLOGIA Sexta-feira, 21 de Julho de 2023, 07:01 - A | A

Sexta-feira, 21 de Julho de 2023, 07h:01 - A | A

ChatGPT: IA ficou mais burra ao longo do tempo, segundo cientistas

Tecnologia

ChatGPT: IA ficou mais burra ao longo do tempo, segundo cientistas
Unsplash/Rolf van Root

ChatGPT: IA ficou mais burra ao longo do tempo, segundo cientistas

Uma pesquisa recente, ainda não revisada por pares, realizada por Lingjiao Chen, Matei Zaharia e James Zou revelou que os modelos de linguagem GPT-3.5 e GPT-4, desenvolvidos pela OpenAI, apresentaram alterações significativas em seu desempenho ao longo de alguns meses.

Os cientistas, que atuam em Stanford e Berkeley, constataram que a precisão das respostas geradas pareceu diminuir com o passar do tempo, corroborando os relatos de usuários sobre as versões mais recentes do software apresentando uma aparente "queda de inteligência". Usuários têm relatado há mais de um mês a percepção de uma queda na qualidade dos sistemas.

De acordo com o resumo do estudo , "GPT-4 (Março de 2023) demonstrou alta eficácia na identificação de números primos (precisão de 97,6%), porém, GPT-4 (Junho de 2023) apresentou um desempenho muito inferior nessas mesmas questões (precisão de 2,4%)".

Embora os pesquisadores não tenham apontado as razões específicas para essa degradação na precisão e habilidade, eles destacaram que esse declínio comprovado ao longo do tempo contraria a afirmação da OpenAI de que seus modelos estão sempre melhorando.

Peter Welinder, vice-presidente de produto da OpenAI, tentou atenuar os rumores de que as mudanças seriam intencionais, afirmando: "Não, não tornamos o GPT-4 menos inteligente", em um tweet na semana passada. "Muito pelo contrário: fazemos cada nova versão mais inteligente do que a anterior".

Ele sugeriu que as alterações na experiência do usuário podem ser resultado do uso contínuo, explicando que "quando você usa mais intensivamente o [ChatGPT], começa a perceber problemas que não via antes".

O ChatGPT conquistou grande popularidade nos últimos meses, tornando-se uma das ferramentas mais utilizadas na internet. Desde o seu lançamento já conta com mais de 100 milhões de usuários.

Para utilizar o ChatGPT, é necessário criar uma conta no site da OpenAI, a empresa responsável por essa inteligência artificial. Ao acessar a plataforma, o usuário encontrará uma interface de chat semelhante a uma conversa em tempo real. Nesse ambiente, é possível fazer perguntas ou solicitar informações à IA. O comando inserido no chat, conhecido como "prompt", é essencial para direcionar a interação.

Fonte: Tecnologia