Segunda-feira, 22 de Julho de 2024

AGRO & ECONOMIA Segunda-feira, 03 de Abril de 2023, 23:31 - A | A

Segunda-feira, 03 de Abril de 2023, 23h:31 - A | A

3 dicas para as empresas serem mais assertivas na comunicação

Economia

3 dicas para as empresas serem mais assertivas na comunicação
Redação EdiCase

3 dicas para as empresas serem mais assertivas na comunicação

Manter a clareza nas informações dentro do contexto empresarial é essencial para o bom desempenho profissional das equipes e organizações. Diminuir o atrito na comunicação pode impulsionar e melhorar os negócios, manter os colaboradores motivados, contribuir com o relacionamento interpessoal e garantir a satisfação dos clientes.

“Entre as maiores barreiras para o crescimento das empresas e dos profissionais, estão as deficiências de habilidades comportamentais, as chamadas ‘soft skills’, e a dificuldade na comunicação humana é uma delas”, alerta a especialista, fonoaudióloga e consultora na área de comunicação humana, Débora Brum, também autora do livro “Comunicação Assertiva: aprenda a arte de falar e influenciar”.

É possível virar essa página seguindo três passos indicados pela especialista para que as mensagens não fiquem distorcidas. Confira!

1. Pensar: a comunicação começa muito antes de você falar

O primeiro passo inicia-se dentro da mente. Portanto, é importante refletir em qual será seu objetivo na próxima conversa ou reunião. Seja resolver um conflito, esclarecer uma dúvida, vender, informar, convencer, orientar, motivar, persuadir, compreender, engajar, existe uma estratégia que precisa ser elaborada.

Qual seria a forma mais respeitosa de dizer o que tem que ser dito? Analise todas as respostas e evite prejulgar, pois os prejulgamentos costumam distorcer a realidade e prejudicar a comunicação. Pensar antes de falar trará mais clareza e aumentará o autocontrole.

2. Planejar: faça um checklist para ajudá-lo no planejamento

Nesta etapa, organize as ideias, busque dados e fatos, pesquise, atualize-se, selecione os melhores argumentos e prepare-se para receber e ouvir possíveis objeções do interlocutor. Coloque-se no lugar dele para entender como pensa, como se sente, quais são seus valores, crenças e expectativas. Escreva tudo isso.

Após analisar bem, monte um checklist com informações básicas, como o que vai falar; para quem; por quê; por quanto tempo; onde e como será dito. Finalizado o checklist, coloque no papel o mapa mental com palavras-chaves ou frases curtas das suas ideias, um roteiro claro e simples, organizado em uma sequência lógica, para se basear na hora de falar.

3. Praticar: treinar em voz alta é uma das estratégias mais poderosas

Para atingir alta performance na comunicação, além de pensar e organizar o conteúdo, é necessário treinar em voz alta várias vezes: três, quatro, cinco se for preciso. Grave-se falando e assista, observe o que ficou bom e o que precisa melhorar. Cada vez que você treina em voz alta, consegue organizar melhor as ideias, estruturando-as numa sequência lógica e memorizando-as. Assim, é possível evitar o famoso “branco” e lapidar cada vez mais a fala.

Essa orientação serve também para quando for falar em público. A oratória não é uma questão de dom nem de sorte, é uma habilidade que pode ser aperfeiçoada e está ao alcance de todos que desejam se expressar bem.

*Por Genielli Rodrigues

Fonte: Economia