Sexta-feira, 24 de Maio de 2024

AGRO & ECONOMIA Segunda-feira, 21 de Novembro de 2022, 16:32 - A | A

Segunda-feira, 21 de Novembro de 2022, 16h:32 - A | A

Campos Neto é escolhido como presidente de conselho do BIS

Economia

Presidente do BC, Roberto Campos Neto
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Presidente do BC, Roberto Campos Neto

O atual presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto , foi escolhido como presidente do Conselho Consultivo das Américas (CCA) do Banco de Compensações Internacionais (BIS). Seu mandato deve começar dia 9 de janeiro de 2023 e tem duração de dois anos.

De acordo com nota divulgada pelo BC nesta segunda-feira (21), Campos Neto deve assumir o cargo após a saída de John Williams, presidente do banco central de Nova York, Federal Reserve (Fed). 

O Conselho Consultivo das Américas é formado por presidentes de bancos centrais de países das Américas, e conta com líderes da Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Estados Unidos, México e Peru.

A sede do BIS é localizada em Basileia, na Suíça. A instituição tem como função dar suporte e promover o diálogo entre líderes econômicos e autoridades responsáveis pela estabilidade econômica dos países participantes. A instituição também trabalha com pesquisas sobre políticas econômicas e participa de transações financeiras de bancos centrais pelo mundo. 

A notícia sai um dia após a indicação de Ilan Goldfajn, outro brasileiro, para o cargo de  presidência do Conselho das Américas do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Indicado pelo ministro da Economia Paulo Guedes, o ex-presidente do Banco Central obteve mais de 80% dos votos.

Campos Neto se torna o segundo brasileiro a ocupar o cargo de presidente do CCA, tendo o ex-presidente do Banco Central e ex-ministro da Fazenda  Henrique Meirelles , como seu antecessor.

Meirelles ocupou o cargo entre fevereiro e dezembro de 2010. Na época, como o BC ainda não possuía independência do governo federal, o economista teve de sair assim que o segundo mandato de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) acabou.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Fonte: IG ECONOMIA