Domingo, 16 de Junho de 2024

CIDADES Terça-feira, 10 de Novembro de 2020, 12:54 - A | A

Terça-feira, 10 de Novembro de 2020, 12h:54 - A | A

NÃO RESISTIRAM ÀS COMPLICAÇÕES

Professora da UFMT morre 15 dias após a mãe; marido está em estado grave

O Bom da Notícia

No domingo (8), a professora Eva Mariusa Camargo, de 68 anos, morreu vítima da covid-19, em Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá). E, o sepultamento, segunda (9). Ela estava  internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular do munícipio há 21 dias, mas não resistiu. O marido dela, Gelson Gonçalves, também está hospitalizado em estado grave com a doença. 

 Eva, que atualmente era sócia de uma escola de cursos técnicos, era ex-servidora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e das redes municipal e estadual de educação. Ela e o marido também foram vereadores por Rondonópolis. 

A professora havia perdido a mãe há aproximadamente 15 dias, também por complicações provocadas pelo novo coronavírus. 

Covid em MT 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (09), 147.429 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.922 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Hoje há 4.917 pacientes em isolamento domiciliar e 138.177 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 134 internações em UTIs públicas e 108 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 33,25% para UTIs adulto e em 12% para enfermarias adulto.