Quarta-feira, 24 de Julho de 2024

CIDADES Quinta-feira, 28 de Setembro de 2023, 13:22 - A | A

Quinta-feira, 28 de Setembro de 2023, 13h:22 - A | A

EM CUIABÁ

USF do Jardim Imperial é entregue à população com hora estendida

Da Redação do O Bom da Notícia com assessoria

Moradores do Jardim Imperial e região contam agora com uma unidade básica de saúde nova, com consultórios odontológicos e portas abertas das 7h às 19h, sem pausa para almoço. A Unidade de Saúde da Família (USF) Jardim Imperial foi inaugurada pelo Governo de Mato Grosso e pelo Gabinete de Estadual de Intervenção na Saúde de Cuiabá, na manhã desta quinta-feira (28.09), e já está em funcionamento.

Essa é a primeira das 30 unidades básicas que estão em reforma e serão entregues até dezembro deste ano.

Com três equipes completas (médico, odontólogo, enfermeiro e técnicos de enfermagem e odontológicos), a USF deve atender pelo menos 12 mil moradores da região. A unidade também terá sala de vacina aberta e farmacêutico durante todo o expediente, que possibilita que a unidade dispense medicamentos cujas receitas precisem ficar retidas.

Em seu discurso no ato de inauguração, o governador Mauro Mendes destacou que um dos objetivos de se ter uma unidade com estrutura moderna e de qualidade é criar um ambiente que estimule a uma boa prestação de serviço ao cidadão.

“Queremos que os médicos, os odontólogos, enfermeiros, todos os profissionais de saúde que vão trabalhar aqui, possam desempenhar com qualidade suas funções, com esmero. Eu tenho certeza que são bons profissionais e que farão um ótimo atendimento à saúde da população aqui nessa cidade”, frisou o governador.

Mauro Mendes lembrou que a intervenção foi um mecanismo que o Tribunal Justiça encontrou para que o caos que estava estabelecido na Saúde de Cuiabá pudesse ser modificado e a população tivesse uma qualidade melhor de atendimento.

“Nós conseguimos rapidamente restabelecer a compra de medicamentos, colocamos médicos em todas as unidades de saúde da família, conseguimos tomar uma série de providências que melhorou muito o atendimento da saúde pública da cidade de Cuiabá. E dentro dessa melhora nós começamos um trabalho de melhorar também a infraestrutura das unidades”, ressaltou o governador.

A interventora na Saúde de Cuiabá, Danielle Carmona, pontuou que a obra da USF foi retomada pelo Gabinete, matendo o padrão de qualidade das entregas do Executivo Estadual.

“Essa unidade é uma vitória, é uma forma do governo entregar para a população um ambiente adequado e com profissionais que vinham atuando bravamente em uma unidade muito ruim, sucateada, com equipamentos sucateados, garantindo também para eles um ambiente muito melhor de trabalho”, ponderou Carmona.

O secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia, afirmou que a intervenção, apesar de todas as dificuldades que são postas à frente, tem dado exemplo e mostra que a saúde pública pode oferecer ao cidadão um atendimento com a mesma qualidade que qualquer outra unidade privada da Capital.

No ato de inauguração, os servidores da nova unidade e a gestão da intervenção foram parabenizados pelo deputado estadual Paulo Araújo. “Vocês estão de parabéns, pois não é fácil trabalhar na situação em que estava a saúde. Por isso nosso papel é apoiar, motivar e fazer tudo aquilo dentro das nossas limitações para dar força para vocês lutarem e levar saúde de boa qualidade”

Morador da região, o vereador Luiz Fernando contou que foi à unidade diversas vezes antes da intervenção e o prédio estava abandonado, com a fiação roubada e mato por todo lado. "Hoje me enche o coração ver essa unidade que vai contar com três médicos, três odontólogos, enfermeiros, equipe multidisciplinar, nutricionistas, psicólogos, enfim. Então precisamos reconhecer o trabalho que a Intervenção tem feito aqui na Capital”, disse.

Também participaram do evento a secretária de Estado de Comunicação, Laice Souza, o secretário adjunto de Integração Operacional da Secretaria de Estado de Segurança Público, cel. PM Cláudio Fernando Carneiro Tinoco,vereadores Dilemário Alencar, vereador Fellipe Corrêa, procurador do Estado, Hugo Lima, e os cointerventores Catarina Amorim, Najla Brito, Deisi Bocalon, Israel Paniago, Érico Pereira, Augusto Cordeiro.