Domingo, 19 de Maio de 2024

POLÍTICA NACIONAL Terça-feira, 22 de Novembro de 2022, 18:31 - A | A

Terça-feira, 22 de Novembro de 2022, 18h:31 - A | A

CRE vai avaliar seis nomes para embaixadas do Brasil

Agência Senado

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) vai fazer sua segunda reunião da semana nesta quarta-feira (23), às 10h. Desta vez, para votar indicações de autoridades destinadas a ocupar cargos de embaixadores do Brasil na África do Sul, Guatemala, Costa Rica, Tanzânia, Líbano e Vietnã.

Todos os nomes indicados se inserem no contexto da renovação periódica das chefias das missões diplomáticas brasileiras, prevista na Lei 11.440/2006.

Para a embaixada brasileira na África do Sul, que também cuida da diplomacia no Reino do Lesoto e na República de Maurício, será avaliado o nome de Benedicto Fonseca Filho (MSF 70/2022), cuja indicação está sendo relatada pelo senador Jaques Wagner (PT-BA).

Para os cargos nas embaixadas no Líbano e no Vietnã, foram indicados, respectivamente, Tarcísio de Lima Ferreira Fernandes Costa (MSF 78/2022) e Marco Farani (MSF 62/2022), ambos com relatório do senador Nelsinho Trad (PSD-MS).

O nome de Henrique da Silveira Sardinha Pinto será analisado pela CRE para ocupar a cadeira de embaixador brasileiro na República da Guatemala (MSF 68/2022).

Para exercer o cargo de Embaixador do Brasil na República Unida da Tanzânia e, cumulativamente, na União das Comores e na República de Seicheles, foi indicado o diplomata Gustavo Martins Nogueira (MSF 83/2022). Já para a representação brasileira na Costa Rica, será analisado o nome de Antônio Alves Junior (MSF 76/2022). Os dois nomes foram relatados pelo senador Chico Rodrigues (União-RR).

A CRE é formada por 19 titulares e 19 suplentes e é presidida pelo senador Esperidião Amin (PP-SC).

Como participar

O evento será interativo: os cidadãos podem enviar perguntas e comentários pelo telefone da Ouvidoria do Senado (0800 061 2211) ou pelo Portal e‑Cidadania, que podem ser lidos e respondidos pelos senadores e debatedores ao vivo. O Senado oferece uma declaração de participação, que pode ser usada como hora de atividade complementar em curso universitário, por exemplo. O Portal e‑Cidadania também recebe a opinião dos cidadãos sobre os projetos em tramitação no Senado, além de sugestões para novas leis.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado