Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 18 de Agosto de 2023, 11:56 - A | A

Sexta-feira, 18 de Agosto de 2023, 11h:56 - A | A

CÂMARA DE CUIABÁ

Edna espera que vereadores rechaçam decisão em cassar seu mandato

Da Redação do O Bom da Notícia

Nesta última quinta-feira (17), a vereadora petista Edna Sampaio voltou a garantir que 'segue tranquila' quanto ao processo disciplinar de que é alvo na Câmara de Cuiabá, por suposta rachadinha em seu gabinete, quando teria recebido R$ 20 mil de Verba Indenizatória (VI), repassada pela sua ex-chefe de gabinete, Laura Abreu, para quitar despesas do seu mandato coletivo.

A declaração feita por meio de vídeo, postado nas suas redes sociais, responde à decisão, igualmente desta quinta, da Comissão de Ética da Câmara Municipal de Cuiabá, que aprovou por unanimidade, o pedido de cassação da vereadora, sob o argumento que foram encontradas diversas irregularidades praticadas por Edna, que vão ao desencontro do decoro parlamentar.

"Estou muito tranquila em relação à minha consciência, ao que eu fiz e ao que temos feito em nosso mandato, na nossa proposta e compromisso com a população. Não apenas quem nos elegeu, mas para todas, todos e todes que confiam na atuação da vereadora Edna Sampaio e de nosso mandato, que é coletivo".

Ao, contudo, avaliar com muito graves as acusações de que está sendo vítima, a respeito a um crime que não teria cometido e sobre o qual não foram produzidas provas.

"Todos que me conhecem sabem de minha idoneidade. Assim, mesmo tranquila, estou imensamente triste que justamente no mês de agosto, dedicado ao combate à violência contra a mulher, recebo a notícia", disse a parlamentar. ainda salientando que a violência política é algo inaceitável e que mulheres na ambiência política são poucas, especialmente as negras, e que, assim, é inadmissível que elas estejam tão vulneráveis.

Apontando também que espera que seus colegas de Casa possam rechaçar esta decisão da Comissão, no plenário da Câmara, por emio de votação. Mas que caso isto não ocorra ela espera 'que a Justiça possa fazer Justiça'. 

Comissão de Ética - entenda

Documento produzido pelo vereador Kassio Coelho (Patriota) - relator da Comissão -, aponta inúmeras irregularidades praticas pela parlamentar municipal petista. O relatório teve aval do presidente da Comissão Rodrigo Arruda e Sá (Cidadania) e pelo membro Wilson Kero Kero (Podemos).

"O relatório foi extremamente técnico, nada pessoal. Sou amigo dele, mas não posso misturar as coisas. Ela vai ter o direito de defesa, e o relatório iremos debater no plenário. Ela infringiu diversas artigos do regimento interno", disse Kassio ao anunciar a decisão da Comissão de Ética.

Os membros da comissão teriam até o dia 28 deste mês para apresentar o relatório final, mas anteciparam o resultado assim que Edna apresentou a sua defesa.

O relatório foi entregue ao presidente da Câmara Municipal, vereador Chico 2000 (PL), que por sua vez encaminhou nesta sexta-feira(18) o documento, que está sendo analisado pela Comissão de Constituição Justiça e Redação da Casa de Leis.