icon Quinta-feira, 17 de Junho de 2021

BRASIL & MUNDO Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019, 10:12 - A | A

Deputado que destruiu placa sobre racismo publica 'nova versão' da charge

IG Política

Coronel Tadeu arrow-options
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) discursou na Câmara para se defender ao lado de outros parlamentares policiais

O deputado federal Coronel Tadeu (PSL-SP) causou polêmica ao  destruir um quadro sobre genocídio da população negra, nesta terça (19), na Câmara dos Deputados. O parlamentar, no entanto, não demonstrou arrependimento e publicou uma nova versão da charge em sua conta do Twitter nesta quarta-feira. 

Coronel Tadeu destruiu um quadro  em homenagem ao Dia da Consciência Negra, que mostra um jovem negro algemado sendo morto por um polícial, que vira as costas para ele. A obra é do quadrinista Carlos Latuff e trazia dados sobre violência contra pessoas negras. 

Logo depois, o deputado publicou um desenho parecido na rede social, mas com um policial morto e um jovem virando as costas para ele, com a frase "o genocídio arquitetado pela esquerda".



A deputada federal Carla Zambelli ( PSL-SP) também compartilhou a mesma charge e afirmou que é a "triste realidade". "Mas não vai ter "cartaz" dela no corredor. E vocês sabem porquê", escreveu.

O caso gerou grande tumulto dentro da exposição. A deputada  Talíria Petrone (PSOL-RJ),  chegou a discutir com o Coronel Tadeu, chamando-o de racista. "Essa casa está lotada de deputados racistas", afirmou a parlamentar. 

Leia também: Presidente da Alesp diz que vai impedir homenagem a Pinochet

Talíria, junto com os deputados David Miranda (PSOL-RJ), Áurea Carolina (PSOL-BH) e Benedita da Silva (PT-RJ),  registrou queixa contra o deputado do PSL na Polícia Legislativa, logo após o ocorrido.



Fonte: IG Política


Imprimir

Comentários