Terça-feira, 23 de Julho de 2024

POLÍTICA NACIONAL Terça-feira, 18 de Abril de 2023, 09:32 - A | A

Terça-feira, 18 de Abril de 2023, 09h:32 - A | A

É fundamental coibir invasão de terra, diz Rodrigo Cunha

Agência Senado

O senador Rodrigo Cunha (União-AL) afirmou, em pronunciamento em Plenário na segunda-feira (17), que as invasões de terras representam uma ameaça à ordem pública e ao Estado de direito, além de gerar conflito entre os invasores e os proprietários legítimos das terras. O parlamentar ressaltou que a situação também prejudica a economia e o desenvolvimento do país, pois afugenta investimentos e desestabiliza a produção agrícola e pecuária. Para Rodrigo, é fundamental atuar de forma rigorosa para coibir essa prática, garantindo o respeito às leis e ao direito de propriedade, bem como a proteção do meio ambiente e da sociedade como um todo.

— Não podemos permitir que a invasão de terra se torne uma prática corriqueira em nosso país. É preciso agir com firmeza e determinação para preservar a integridade das nossas leis e a estabilidade da nossa sociedade. A insegurança jurídica que instabiliza os investimentos no Brasil não pode ser a marca do nosso país. Precisamos construir um Brasil mais justo e próspero, em que as leis e os direitos sejam respeitados por todos.

O senador afirmou que as falas do líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stédile, trazem um clima de terrorismo ao país por anunciar uma série de invasões. Para Rodrigo, esse tipo de fala precisa ser repudiada rapidamente por aqueles que têm o dever de trazer estabilidade à nação.

O parlamentar disse ainda que é preciso acompanhar qual será a política adotada pelo governo para a reforma agrária, além da postura do ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, em relação às invasões. Rodrigo relembrou declarações anteriores em que o ministro afirmou que seria intransigente e repudiaria esse tipo de ato. 

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado