Sexta-feira, 12 de Julho de 2024

POLÍTICA NACIONAL Terça-feira, 13 de Junho de 2023, 20:05 - A | A

Terça-feira, 13 de Junho de 2023, 20h:05 - A | A

Marcos Rogério diz que agronegócio tem sofrido 'ataque injustificado'

Agência Senado

O senador Marcos Rogério (PL-RO) questionou nesta terça-feira (13), em pronunciamento, ações do governo federal que, segundo ele, prejudicam o agronegócio. O parlamentar afirmou que o Brasil "está vivendo um momento delicado" e que é preciso defender "aqueles que trabalham e produzem riqueza neste país". Para ele, o setor responsável pelo "resultado mais positivo da economia no primeiro trimestre do ano" tem sofrido ataque injustificado. 

— O agro é um patrimônio do Brasil. Não se pode atacar um setor importante como esse. Atacar os problemas que ele enfrenta, essa deve ser a missão, a tarefa de quem está na vida pública, e não apontar um setor da economia tão importante como adversário do Brasil, sendo ele um aliado na geração de emprego, renda, crescimento econômico — disse. 

Segundo dados apresentados por Marcos Rogério, as exportações do setor, em maio deste ano, cresceram 15,7%, chegando a US$ 9,2 bilhões. Ele destacou o aumento de 23% na produção de soja, citando o exemplo do estado de Rondônia, que apresenta movimentação anual de mais de R$ 20 bilhões com o agronegócio. O senador defendeu equilíbrio com a pauta ambiental. 

— Uma pauta desapegada do ativismo ambiental que desconsidera a realidade de quem vive no bioma amazônico, por exemplo. E parece que, para alguns, quando se fala de meio ambiente, quando se fala da Amazônia, é como se lá não tivesse gente trabalhando, produzindo, comendo, gerando riqueza para o Brasil. Então, esse é um tema importante, mas que nós temos que olhar consorciando a ideia da proteção do meio ambiente, meio ambiente esse que inclui o homem também — enfatizou. 

O parlamentar também pediu a liberação de mais recursos por parte da União destinados às políticas de incentivo aos setores produtivos e a obras estruturantes, como a duplicação da BR-364. 

— Precisamos avançar na construção de mais ferrovias, e um dos trechos vitais é o que sai de Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, passa por Vilhena, entrada do estado de Rondônia, e chega à nossa capital, Porto Velho [...] É uma situação realmente que requer, com muita urgência, uma providência no sentido de garantir um trânsito melhor, mais seguro e que estimule ainda mais a economia naquela parte do Brasil — concluiu.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado