Quarta-feira, 24 de Julho de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 14 de Junho de 2024, 12:26 - A | A

Sexta-feira, 14 de Junho de 2024, 12h:26 - A | A

ELEIÇÃO EM CUIABA

Abílio diz que candidatura de Iris foi decisão dela e que não protegeu esposa barrando Cezinha

Evelyn Souza/ O Bom da Notícia

O deputado federal Abílio Brunini afirmou durante entrevista à Rádio Jovem Pan FM nesta sexta-feira (14), que a candidatura de sua esposa, Samantha Iris (ambos do PL), para vereadora foi uma ‘decisão dela’. E que a esposa havia demonstrado interesse em disputar algum cargo político já há algum tempo e apenas esperava o melhor momento.

“Não estou colocando minha esposa como pré-candidata a vereadora em Cuiabá, ela está se colocando! Ela sempre quis participar, e eu sempre pedi para ela aguardar. No entanto, ela está vendo o que está acontecendo, onde pessoas que estavam do nosso lado estão mudando de lado, como o caso do Fábio Garcia, quando desistiram da candidatura dele. Ou seja, não foi ele quem desistiu! Observando isso, ela viu que tinha condições de ajudar Cuiabá; portanto, foi uma decisão dela, não minha”, disse.

Negando a especulação de que a proibição da migração do vereador Cezinha Nascimento do União Brasil para o PL fosse uma forma de proteção à candidatura da esposa, Abílio ressaltou que o parlamentar municipal sempre foi aliado do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e apenas mudou de posicionamento após ser enquadrado pelo UB.

“O Cezinha foi barrado no PL não foi por proteção a ela, a questão dele de ser barrado foi uma proteção ao PL! Ele é aliado do prefeito de última hora e, esse tempo todo, esteve com o prefeito[Emanuel Pinheiro]. Em todas as cassações, votou a favor dele. Só agora, quando foi enquadrado pelo União Brasil, que mudou de posicionamento. Portanto, ele é um perfil de político que a gente não queria dentro do partido”, pontuou.