Terça-feira, 18 de Junho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 15 de Outubro de 2020, 13:49 - A | A

Quinta-feira, 15 de Outubro de 2020, 13h:49 - A | A

ELEIÇÕES 2020

Abílio revela machismo ao apontar Gisela como exemplo de participação feminina na política, "mesmo sendo mulher"

Marisa Batalha/O Bom da Notícia

(Foto: Reprodução)

DEBATE NA GAZETA.png

 

Sem entender como ofensa, a TV Vila Real - que realizou a primeira rodada de debates entre os candidatos na disputa pela Prefeitura de Cuiabá, nesta quinta-feira (15) -, negou pedido de direito de resposta, da candidata Gisela Simona (Pros), única mulher no pleito a disputar o comando ao Palácio Alencastro. Após Abílio Junior(Podemos) se dirigir à ela, como um 'ótimo exemplo de participação na política, mesmo ela sendo mulher'.

A declaração de Abílio [um dos oito nomes que está na corrida eleitoral pela prefeitura da capital] foi dada, depois de ser questionado por Gisela Simona, sobre suas propostas de políticas públicas voltadas às mulheres, caso ganhe o pleito.

À jornalistas, a candidata do Pros foi incisiva, apontando que a ofensa não teria sido somente à ela[Gisela], mas a todas as mulheres.

"Fui ofendida quando ele disse que mesmo sendo uma mulher, era boa candidata. isso demonstra homens e mulheres que nos assistem, o que sofremos no dia a dia. Isso acontece no lar, no trabalho e sofri essa ofensa aqui, então meu repudio a essa ofensa".

Já Abílio optou em parabenizar o marketing da candidata, ao se apoiar em uma falha sua, contudo, apontou o pedido de Gisela como um artifício de marketing para justificar a falta de propostas da candidata.

"Parabéns ao marketing da candidata que se apoiou numa falha da minha comunicação. Parabéns, continue usando esse tipo de recurso de marketing para justificar a falta de propostas [...] Gisela não precisa ficar nervosa e gritar se não tiver resposta. Quem é chamado de louco sou eu".

Um pouco mais tarde, Abílio fez questão de frisar em conversa com alguns jornalistas, que não era sua intenção dizer “mesmo sendo mulher”, e que ele queria dizer “indepe2ndente de ser mulher”.  “No momento que eu falei, vi que errei, mas já não dava tempo de voltar porque meu tempo estava acabando. Por isso, quero deixar claro que é ‘independente de ser mulher’ e não ‘mesmo sendo mulher’. A mulher tem que ocupar seu espaço pela sua qualificação técnica, pelo seu mérito”, afirmou, fazendo questão de ressaltar que não é machista.

Debate

Sete candidatos à Prefeitura de Cuiabá participaram do debate realizado nesta quinta:Julier Sebastião (PT), Roberto França (Patriota), Gisela Simona (Pros), Abílio Júnior (Pode), Aécio Rodrigues (PSL), Gilberto Lopes (PSOL) e Paulo Henrique Grando (Novo).

Já o prefeito emedebista Emanuel Pinheiro não compareceu ao debate sob a alegação que não participaria do encontro para "evitar a propagação do novo coronavirus".