Sexta-feira, 24 de Maio de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 26 de Março de 2024, 12:26 - A | A

Terça-feira, 26 de Março de 2024, 12h:26 - A | A

SEM INFRAESTURA

'Em oito anos de prefeitura e Emanuel nunca investiu na saúde mental', aponta Maysa Leão

Da Redação do Bom da Notícia com Assessoria

A vereadora Maysa Leão (Republicanos) utilizou a Tribuna da Sessão Ordinária desta terça (26) para evidenciar a falta de investimento do Executivo na área da saúde mental e na psicoterapia. No último domingo uma mulher cometeu suicídio em um parque da cidade.

A vereadora enviou condolências a essa família enlutada, e alertou a importância de políticas públicas para o acolhimento e tratamento de saúde mental.

“Eu já tive depressão, não me envergonho de dizer, sei que fui salva por ter acesso à tratamento médico e psicoterapia” declarou a vereadora.

“A saúde mental do município de Cuiabá está doente. Os CAPs (Centro de Apoio Psicossocial) estão deteriorados, todos destruídos. É muito difícil tratar transtorno mental em um ambiente tão inóspito [...] Oito anos de gestão Emanuel, sem investimento na saúde mental”, complementou.

De acordo com a republicana, nas fiscalizações ao qual esteve presente, foi presenciado em prédios públicos municipais que atendem a saúde mental, uma falta de estrutura generalizada. Ao qual os profissionais trabalham sem ar-condicionado, sem geladeira e com insalubridade: sujeira, mato crescente e animais peçonhentos.

Maysa apontou também que são cerca de 800 pacientes vinculados em cada CAPs do município, e profissionais muito competentes, sendo negligenciados pela falta de estrutura. “Este meu grande expediente é para lamentar a perda de uma vida que poderia ter sido evitada”, disse a vereadora, que defende o acesso a psicoterapia.

Em caso de necessidade de ajuda

O Centro de Valorização da Vida (CVV) oferece apoio emocional, valorização da vida e prevenção do suicídi0 gratuitamente pelo telefone 188 (24 horas por dia e sem custo de ligação)