Quinta-feira, 20 de Junho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 28 de Maio de 2024, 12:57 - A | A

Terça-feira, 28 de Maio de 2024, 12h:57 - A | A

ESQUEMA NA SAÚDE

Irmão e parentes de Marcia Pinheiro são alvos de operação da PF em esquema de fraude em licitação

Da Redação do O Bom da Notícia

O empresário Antônio Ernani Kuhn, irmão da primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro, foi preso em flagrante na manhã desta terça-feira (28), durante a Operação Miasma, da Polícia FederalEle foi alvo de um mandado de busca e apreensão em sua residência, no Edifício Diplomata, no Bairro Araes.

Ainda durante o cumprimento os policiais federais encontraram um revólver da marca Rossi calibre 22Por não possuir registro, o irmão da primeira-dama da capital, sofreu flagrante por posse ilegal de arma de fogo. Para ser liberado, ele precisa pagar fiança de R$ 30 mil.

Além dele, sua esposa Camila Nunes Guimarães Kuhn e o seu filho Ernani Rezende Kuhn estão entre os investigados da Operação Miasma e foram alvos de busca e apreensão. 

Os parentes de Marcia são acusados de crimes de fraude à licitação e peculato em contrato com a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá. As investigações apontam que os dois tem relação com dois contratos totalizando R$ 1,7 milhão firmados pela Secretaria Municipal de Saúde com a SMT Transportes e Veículos Especiais para fornecimento de ambulâncias e vans.

Quem também foi alvo é a ex-servidora da Saúde Dalila Romanini, que chegou a ser coordenadora técnica administrativa de Cuiabá. 

A operação Miasma

A Operação Miasma, deflagrada pela Polícia Federal visa combater possíveiscrimes de fraude à licitação e pe culato em detrimento da Secretaria Municipal de Saúde do Município de Cuiabá.

A Controladoria-Geral da União (CGU), apura a contratação de empresa para o fornecimento de software de gestão documental, por valor aproximado de R$ 14 milhões.

As apurações apontam indícios de montagem no processo de adesão à ata de registro de preço, com participação de diversas empresas parceiras, bem como que a liberação e pagamento das licenças do software não possuíam correlação com a efetiva implantação e adesão à funcionalidade.

Após o pagamento de mais da metade do contrato, o ente público, por portaria, estabeleceu o uso de sistema de informação diverso para a gestão documental da unidade.

A segunda investigação tem como objetivo aprofundar as apurações acerca da formalização e execução de contratos de locação de vans e ambulâncias pela Secretaria Municipal.

Veja a lista dos alvos da Polícia Federal:

Antonio Ernani Kuhn; irmão de Márcia Pinheiro

Ernani Rezende Kuhn; sobrinho de Márcia Pinheiro

Camila Nunes Guimarães Kuhn; esposa de Ernani Kuhn

Claudiney Martins Rezende Kuhn

Dalila Roque Ribeiro Romanini; ex-servidora da Saúde

João Paulo Nunes Ferreira da Silva; ex-funcionário do irmão da Márcia Kuhn

José Adriano Mendes

 José Augusto Catafesta

Maria Zelia Gonçalves

Matheus Felipe Vieira Teixeira Macedo

Reynaldo Alceu

Ricardo Henrique Santi

Eduardo da Silva Alves

Empresas

Azul Transporte Rodoviário LTDA

Erk Serviços e Locações LTDA

Gran Expresso Transporte e Turismo Eirelli

Locadora de Veículos Zapp LTDA

SMT Transporte e Veiculos Especiais LTDA

Secretaria Municipal de Saúde – Gerência Administrativa de Transporte