Domingo, 23 de Junho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 17:32 - A | A

Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 17h:32 - A | A

VICE-GOVERNADOR

Pivetta se irrita com demora na liberação das obras do Portão do Inferno; 'paciência no limite'

Silvano Costa/Especial para O Bom da Notícia

O vice-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta (Republicanos) demonstrou profunda impaciência com o imbróglio na liberação das obras do Portão do Inferno, em Chapada dos Guimarães, com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). 

Em entrevista à jornalistas, nesta segunda-feira (20), Pivetta disse que a sua "paciência está no limite" e que os institutos possuem a obrigação de liberar o início das obras. "Estamos aguardando o Ibama e o ICMBio se a pronunciarem. A paciência está no limite, mas estamos aguardando porque afinal de contas é obrigação deles dar a licença para que possamos fazer a obra", lamentou Pivetta.

No dia 7 deste mês, o Ibama e o ICMBio deram um prazo de 30 dias para emitir a autorização. Segundo Pivetta, os mais prejudicados com esta demora, além dos moradores de Chapada dos Guimarães, são, ao final, todos os mato-grossenses que frequentam a cidade.

"Os mais prejudicados nessa ordem são os chapadenses e a população mato-grossense, e todos os brasileiros que não suportam mais a morosidade, a falta de objetividade do Governo", completou.

Portão do Inferno 

Desde fevereiro deste ano, o Portão do Inferno vem sendo interditado por conta de desmoronamentos na região. 

Em abril, o governo de Mato Grosso anunciou uma obra de retaludamento - uma espécie de cortes - no paredão do Portão do Inferno para evitar os deslizamentos.