Quarta-feira, 24 de Julho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 23 de Novembro de 2023, 18:34 - A | A

Quinta-feira, 23 de Novembro de 2023, 18h:34 - A | A

EM POSSE NO TCE-MT

Prefeito de Cuiabá garante que tom ácido de Stopa contra Junior Leite "são águas passadas"

Marisa Batalha/ O Bom da Notícia

À imprensa, esta semana, na posse do conselheiro Sérgio Ricardo como novo presidente do TCE-MT, o prefeito de Cuiabá, o emedebista Emanuel Pinheiro, não escondeu seu desagrado com as últimas declarações de seu vice, José Roberto Stopa(PV). Em especial, contra Junior Leite, que dirige a Empresa Cuiabana de Limpeza Urbana (Limpurb).

As diferenças entre Stopa e Junior Leite veem aumentando. Prova disto, que sempre que é instigado por algum jornalista, o vice-prefeito não esconde que Junior é dentro do staff do prefeito, o seu maior desafeto. Chegando a ironizar que tem profundo problema com lactose, ao se referir, ironizando, o sobrenome do diretor da Limpurb.

Na semana passada, mesmo depois de uma conversa de 'pé de ouvido' com o Pinheiro, o vice-prefeito e secretário de Obras revelou sua tristeza pela forma como vem sendo administrada a Limpurb.

"Fui secretário de Serviços Urbanos por duas gestões e hoje, infelizmente, eu ando Cuiabá e fico triste. A culpa não é minha, tem um secretário lá e já falei várias vezes na imprensa, que não concordo com a forma como está sendo desenvolvido o trabalho dentro da Limpurb [...] Mas vai mudar"

Já o prefeito bate na tecla que estas declarações à imprensa não são bem-vindas e que já teria recomendado à Stopa que 'roupa suja se lava em casa e que águas passadas não movem moinho'.

Para que, assim, seu vice rearrume suas relações internamente e não pela mídia. Pois o tom ácido adotado pelo secretário e vice, em suas declarações à imprensa, em particular, a um secretário, acabam atingindo a gestão como um todo.

"Já conversei com Stopa sobre isso. Essas coisas não vão ser mais debatidas dessa formas. Todos têm direito de opinar e fazer críticas, mas construtivas. Bom, mas isto já foi conversado e pacificado. Pra mim isto já está superado", garantiu Emanuel.