Sábado, 20 de Julho de 2024

ARTIGOS Segunda-feira, 14 de Agosto de 2023, 14:28 - A | A

Segunda-feira, 14 de Agosto de 2023, 14h:28 - A | A

PAULO SLOBODZIAN

O tempo nas relações profissionais: aliado ou adversário?

A questão de como o tempo afeta as relações profissionais é complexa e varia significativamente. Quando a empresa possui um líder preparado para gerir a equipe de uma forma efetiva o tempo será com certeza um grande aliado. Por outro lado, um líder despreparado e desatualizado corre um sério risco de permitir que o tempo desgaste os relacionamentos profissionais da equipe e até mesmo nopróprio processo de liderança.

Líderes que não percebem os efeitos do tempo em sua gestão, vão se deparar com a frustração, pois as consequências do desgaste nos relacionamentos interpessoais podem ser fatais para as pretensões na buscapelo crescimento empresarial, pelo tão sonhado desenvolvimento e pelo alcance de metas mais ousadas.

Não é de hoje que sabemos que o ambiente empresarial é um ambiente sedento por cuidados e novas formas de gestão, principalmente se tratando de seres humanos. Líderes modernos, sabem que a empresa necessitaimplementar regularmente novos métodos, conceitos e práticas. Porque na medida em que os dias vão passando, os relacionamentos interpessoais, os processos e as formas de gestão vão se desgastando naturalmente, e vão impactardiretamente nos resultados.

O grande segredo de um líder preparado é usar o tempo a seu favor. Nessa gestão efetiva o gestor deve primeiramente conscientizar toda sua equipe sobre a importância do tempo em suas vidas. Criar um ambiente harmonioso entre os colaboradores é essencial para mantera energia e o foco na busca pelos resultados esperados.

Ao contrário, a negligência pode levar a equipe a ser influenciada pelos “Ladrões do Tempo”, como por exemplo, as discussões sobre futebol, as fofocas infundadas, o salário incompatível com a função, e pior, a críticas sobre a própria empresa. Esses assuntos mais contaminam o ambiente do que ajudam. Se formos falar do mal uso do celular e suas redes sociais então... são um enorme problema na maioria das empresas nos dias de hoje.

Fazer entender qual é o papel de todos na organização é fundamental para evitar desperdício de tempo e desvio do foco no trabalho. Todos deveriam ter a consciência de que recebem sua remuneração para desempenhar o seu papel, ou melhor, o papel que a empresa precisa que nós desempenhemos.

O tempo é um recurso cada vez mais escasso, inclusive irrecuperável, uma vez que passou nunca mais o recuperamos, e muita gente ainda não se deu conta disso, o que é gravíssimo. A falta de entendimento sobre o aproveitamento do tempo e sua gestão são recursosimprescindíveis ao mercado e ao ser humano e é um dos papéis do líder cuidar e abastecer suas equipes, sensibilizando a todos.

Quando uma equipe caminha junto, na mesma direção, com a comunicação alinhada, com empatia, um complementa o outro, tanto nas habilidades e competências, como na distribuição das tarefas, focando na qualidade, nos prazos, na satisfação do cliente e nos resultados. Agindo assim, os relacionamentos se fortalecem naturalmente, e a conquista de um será a conquista de todos, e a conquista de todos será a conquista da empresa.

A melhor saída é mirar no alvo. Treinar, capacitar, desenvolver tecnicamente e emocionalmente todos da empresa e fortalecer o senso de equipe. Do diretor ao auxiliar, todos são responsáveis pelos resultados da empresa. Todos, individualmente, são remunerados para entregar resultados todos os dias e todos os meses e em todos os anos, e é assim que começa o fortalecimento das relações entre membros de uma mesma equipe e é assim que o líder deve agir.

Em um mundo cada dia mais acelerado, o tempo passa cada vez mais rápido! Se o tempo não for gerenciado, nada mais poderá ser gerenciado.

Paulo Slobodzian, CEO – Gente em Foco