Quarta-feira, 29 de Maio de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 08 de Maio de 2024, 15:03 - A | A

Quarta-feira, 08 de Maio de 2024, 15h:03 - A | A

LOJISTAS

Após reunião com comerciantes, Thiago solicita ao Chefe da Casa Civil veto a PL

Da Redação do Bom da Notícia com Assessoria

Após reunião com a diretoria da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso e representantes do setor comercial, o deputado Thiago Silva (MDB) solicitou nesta quarta (8) ao chefe da Casa Civil, Fabio Garcia, o veto ao projeto de lei 952/2021 que tinha o objetivo divulgar o WhatsApp do Procon nos estabelecimentos comerciais.

Thiago está propondo junto ao Governo a realização de uma campanha de divulgação de número do WhatsApp do Procon, independente de projeto de lei ou legislação. O objetivo é desburocratizar o acesso do consumidor aos órgãos de controle, diferente do que foi divulgado por pessoas que quiseram distorcer o objeto central do projeto do deputado Thiago para obter ganho político.

“Reunimos com a FCDL e pedimos o veto ao projeto aprovado pelos deputados, pois queremos modernizar a legislação vigente com as sugestões que recebemos do setor comercial. Também propôs ao Estado, e colocamos a AL à disposição, para realizar uma campanha de divulgação do número do Whtasaap do Procon, com o foco em desburocratizar o acesso do cidadão ao órgão de defesa do consumidor. Seguiremos trabalhando com honestidade e de forma transparente para com os consumidores e comerciantes do Estado”, disse o deputado.

O chefe da Casa Civil, Fabio Garcia, recebeu o pedido do deputado Thiago e disse que a área técnica do Governo do Estado deverá atender à solicitação do parlamentar, para que o projeto possa ser aprimorado. “Agradeço ao deputado Thiago pela preocupação com este tema e a Procuradoria do Estado entende que não necessita de uma legislação específica, e que a divulgação do Whatsaap pode ser trabalhada em conjunto com os órgãos estaduais. Faremos este trabalho junto do trabalho Thiago, e estamos analisando a manifestação do parlamentar para o posterior veto”, disse Fabio.

Thiago Silva confirmou que continuará trabalhando em defesa da pauta do consumidor e para modernizar as legislações vigentes na área comercial, visando atender os pleitos solicitados pelos comerciantes do Estado.