icon Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

POLÍTICA Sábado, 28 de Dezembro de 2019, 10:42 - A | A

POLÍTICA DE CONTRADIÇÕES

Circular' sobre atraso contradiz prefeito quanto a salário em dia

O Bom da Notícia

 

Luiz Alves / Prefeitura de Cuiabá

Palácio Alencastro, prefeitura de cuiabá

 

Em matéria que circulou nesta sexta-feira (27), no portal oficial da Prefeitura de Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), reitera seu compromisso com o funcionalismo público, ao anunciar que vai estar na conta nesta segunda-feira (30), o pagamento dos salários de todos os servidores da capital, referentes ao mês de dezembro.

 

Ressaltando que, aliás, este tem sido um compromisso que vem sendo cumprido durante todo o ano de 2019.

 

Ainda afirmando que "esta é a maneira que a sua administração encontrou de valorizar a qualidade do serviço prestado e incentivar o desenvolvimento da cidade, uma vez que todos passam a se sentir ainda mais inspirados a dar o seu melhor".

 

Paralelo ao mote - de humanizar o atendimento e comprometimento com o servidor -, no mundo real, o diretor de Recursos Humanos da Secretaria de Educação de Cuiabá, Marcos Vinicius de Carvalho Santos, também nesta sexta, em um processo totalmente inverso ao que foi divulgado no portal da Prefeitura de Cuiabá, fez circular, por meio de um ofício interno, a informação de que os contratados da pasta [da Educação], só receberão seus salários no próximo dia 13 de janeiro de 2020. Ou seja, duas semanas depois da data prevista, veiculada hoje, para que ocorra a quitação dos holerites dos servidores. E, sobretudo, pelo menos à princípio, distante do olhar humanitário que o prefeito busca cristalizar a sua administração.

 

Sem dar grandes explicações - praxe, aliás, dos comunicados oriundos dos Recursos Humanos -, o diretor ainda lembra no oficio, em breve linhas, que sendo aquela informação tudo que era necessário explicar, ainda externa 'seus protestos de estima e de distinta consideração'.(Veja abaixo o documento).

 

Já no Palácio Alencastro, o prefeito emedebista atesta - por meio de matérias no portal - seu comprometimento 'como dever imprescindível que tem com a população e com os servidores públicos, que se dedicam incansavelmente a atender a sociedade cuiabana' -, a regularidade salarial. Ainda apontando que esta regra é fruto 'do planejamento financeiro da gestão, fazendo com que a capital de Mato Grosso seja uma das poucas no país a manter em dia o pagamento dos servidores municipais'.

 

(Foto: Ilustração)

contratados  2.jpg

 



Imprimir

Comentários

marta 31/12/2019

prefeito tem que tomar atitude e varrer o pessoal que esta no morro da luz, municipio e estado tem que tomar uma atitude pra ontem.....

1 comentários

1 de 1